rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
  • Giuseppe Conte é nomeado chefe de governo italiano

África do Sul cirurgia Medicina Ciência

Publicado em • Modificado em

África do Sul realiza, com sucesso, primeiro transplante de pênis

media
Pixabay/Creative Commons

Uma equipe de médicos sul-africanos informou nesta sexta-feira (13) ter realizado, pela primeira vez, um transplante de pênis. O anúncio foi feito três meses após a operação, que foi considerada um sucesso.


O paciente sul-africano de 21 anos recuperou todas as funções reprodutivas e urinárias. Ele teve o pênis amputado há três anos, após uma circuncisão mal efetuada durante um ritual tradicional africano.

O jovem foi operado no hospital Tygerberg, na Cidade do Cabo, durante nove horas, no último mês de dezembro. O pênis implantado foi retirado de um doador morto, cuja família recebeu muitos agradecimentos da equipe médica.

O anúncio teve forte repercussão na África do Sul, já que a infecção sofrida pelo paciente que recebeu o implante é muito comum. A cada ano, rituais de circuncisão, que marcam a passagem do jovem para a vida adulta, resultam em um importante número de mortos e mutilados. Entre 2008 e 2013, o tradicional rito resultou na morte de 486 pessoas no país.

 "Tenho o privilégio de ter participado deste primeiro transplante bem sucedido no mundo", declarou Frank Graewe, chefe do departamento de Cirurgia Reconstrutiva da Universidade de Stellenbosch, no sudoeste da África do sul. "Provamos que essa operação é possível e que podemos dar ao paciente um órgão tão bom quanto o que tinha antes", reiterou.

Um outro transplante de pênis já havia sido realizado na China em 2006. Apesar do sucesso da operação, o órgão teve que ser retirado devido a problemas psicológicos do paciente e sua mulher.