rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

África do Sul África África Lusófona Angola SADC Moçambique Economia

Publicado em • Modificado em

Robert Mugabe na presidência da SADC

media
Robert Mugabe, o novo presidente da SADC Reuters

O chefe-de-Estado do Zimbabwe Robert Mugabe assumiu este domingo a presidência rotativa da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) na sessão de abertura da 34ª cimeira desta organização de intergração regional, na cidade de Victoria Falls.


Depois do Malauí segue-se o Zimbabwe nas rédeas da SADC. Ao assumir, em Victoria Falls, no seu próprio país, as suas novas funções de liderança deste bloco de 15 países, Robert Mugabe, com 90 anos de idade e há 34 anos no poder em Harare, defendeu uma política económica de emancipação regional face ao resto du mundo.

Mugabe exortou os parceiros a uma maior independência financeira nos programas da SADC face às ajudas estrangeiras, em particular dos países ocidentais, referindo que cerca de 60% dos mesmos são financiados pelo exterior. O presidente da SADC realçou a necessidade de reforçar o processo de industrialização para que os países membros exportem cada vez mais produtos acabados de maior valor acrescentado do que as matérias-primas.

Em entrevista exclusiva à RFI, o analista político sul-africano André Thomass Hausen, mostra-se céptico perante a agenda económica de Mugabe para a SADC

André Thomass Hausen - A presidência de Mugabe 18/08/2014 Ouvir

.
A 34ª cimeira de chefes-de-Estado e de governo da SADC teve também na agenda questões políticas, de segurança regional e relativas ao funcionamento da organização, entre as quais a criação do seu Tribunal regional.

André Thomass Hausen destaca aqui os principais bloqueios de que sofre a SADC no seu processo de integração e sublinha a importância de Angola para o desenvolvimento da mesma. Angola que incluiu na agenda desta cimeira o reforço da utilização da língua portuguesa nos trabalhos da SADC.

André Thomass Hausen - Os bloqueios da SADC e a importância de Angola 18/08/2014 Ouvir

A 34ª cimeira da SADC, que encerrava esta segunda-feira, foi a última do presidente moçambicano Armando Guebuza, cujo mandato está perto do fim e que não se apresenta às eleições gerais de 15 de Outubro próximo dado que chegou ao seu limite de mandatos presidenciais.