rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

ONU Angola África Lusófona Direitos Humanos Repressão Assassínio Manifestante Desaparecimento

Publicado em • Modificado em

Angola : Direitos Humanos analisados pela ONU

media

A situação dos Direitos Humanos em Angola foi ontem apresentada em Genebra, na Suiça, durante a sessão fiscalizadora do Exame Universal, Emídio Manuel fez parte do Grupo de Trabalho de Monitoria dos Direitos Humanos, que apresentou à comissão da ONU de Direitos Humanos dez recomendações para a melhoria da situação em Angola. 


O ministro angolano da Justiça e Direitos Humanos, Rui Mangueira, apresentou ontem em Genebra, na Suiça, a situação no país e as evoluções verificadas desde o último Exame Universal, perante a Comissão da ONU para os Direitos Humanos que teve lugar em Fevereiro de 2010.

Na ocasião o chefe da diplomacia angolana Georges Chicoti comprometeu-se a tudo fazer para implementar 158 das 166 recomendações então apresentadas, até ao próximo Exame Universal, que decorre desde 30 de Outubro até 4 de Novembro em Genebra na Suiça.

Desde então, "foram construídas algumas estradas e hospitais mas  pouca coisa mudou para a população" considera Emídio Manuel, membro da Open Society Angola, fez parte do grupo de Trabalho de Monitoria dos Direitos Humanos (GTMDH), uma organização que reúne representantes de diversas instituições, que apresentaram em Março à Comissão da ONU a sua avaliação da situação no terreno face a estas recomendações e apresentou dez recomendações para a melhoria da situação no país, que abrangem sectores como a educação, saúde, justiça, tortura, assassínios e desaparecimentos, desenvolvimento, direito de manifestação e instituições de defesa dos Direitos Humanos em Angola, considera que desde então pouco mudou.

Emídio Manuel : Grupo de Trabalho de Monitoria dos Direitos Humanos em Angola 03/11/2014 Ouvir