rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Cabo Verde Economia Banco central Desemprego Empresas África África Lusófona

Publicado em • Modificado em

Banco central quer estimular economia caboverdeana

media
O novo governador do Banco de Cabo Verde, João Serra DR

O Banco Central de Cabo Verde, adopta uma nova política monetária de redução das taxas de juro, para dinamizar a fraca economia caboverdeana, atingida por uma forte taxa de desemprego e  um fraco crescimento.


O recém nomeado, Governador do BCV (Banco Central de Cabo Verde), João Serra, que ocupou essas mesmas funçoes, no passado, acaba de anunciar, uma nova política de redução das taxas de juro, para apoiar a economia caboverdeana,  atingida por um fraco crescimento e uma alta taxa de desemprego, sobretudo na camada mais jovem.

 

Em delcarações à imprensa, caboverdeana, João Serra, declarou que o "BCV, espera ainda que os seus esforços, sejam acompanhados pela banca, no mesmo sentido, sendo importante, o estímulo ao crédito à econonomia, como base, para investimentos produtivos, indispensáveis, para o crescimento económico."

 

Sobre esta questão de acompanhamento, o Governador do BCV, recebeu, a semana passada, os principais Presidentes e Directores-Gerais dos Bancos comerciais , que operam em Cabo Verde, com o objectivo de sensibilizados, a cooperar, no relançamento da economia caboverdeana, designadamente, no aumento ao crédito, aos principais sectores da economia do país. 

 

Assim, o Banco Central, começou, por dar o lamiré, baixando as suas principais taxas moderadoras e directoras, algumas das quais, vão passar ,dos 3,75 por cento, para 3,5 por cento, ou ainda a taxa de absorçao de liquidez, que passa de 0,5 por cento para 0,25 por cento.

 

O governador do BCV, justifica esta nova estratégia, devido à crise económica, em Cabo Verde, que depende fortemente da Europa, que tem estado, com os seus próprios problemas sociais, económicos e financeiros.

 

De notar que, as novas medidas, de estimulação da economia anémica caboverdeana,  agora, anunciadas, pelo Governador, do Banco Central de Cabo Verde, entram em vigor, esta segunda-feira, 16 de fevereiro.

 

Odair Santos, correspondente em Cabo Verde 15/02/2015 Ouvir