rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Aeroporto Tráfego aéreo Vulcão

Publicado em • Modificado em

Cinzas de vulcão voltam a atrapalhar voos em dois continentes

media
San Martin de los Andes, na Patagônia, coberta de cinzas. Reuters

As cinzas produzidas pela erupção do vulcão chileno Puyehue continuaram anulando voos na terça-feira na América do Sul e na Oceania. Em giro sul-americano, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, foi obrigado a viajar de barco para ir da Argentina ao Uruguai. Já o Santos, que disputa a final da Libertadores na quarta-feira, contra o Peñarol, conseguiu aterrissar na capital uruguaia.  


O tráfego aéreo foi perturbado pela quarta vez em oito dias em Buenos Aires e Montevidéu. Voos também foram prejudicados na Austrália e na Nova Zelândia pelo terceiro dia consecutivo. A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que a nuvem do Puyehue deixou a região de Porto Alegre nesta terça-feira e se concentrava nas cidades gaúchas de Caxias do Sul e Santa Maria e em Florianópolis, citando informações do centro argentino de monitoramento das cinzas.

Ban Ki-moon está em giro sul-americano, iniciado na Colômbia, em campanha de reeleição na ONU. Na segunda-feira, seu voo vindo de Bogotá teve pouso forçado em Córdoba, Argentina, de onde ele foi obrigado a ir de ônibus até Buenos Aires, a 700km. Depois de Montevidéu, o responsável da ONU segue para o Brasil. O presidente eleito do Peru, Ollanta Humala, também teve de tomar um barco para ir de Montevidéu a Buenos Aires, onde se encontrou com a presidente Cristina Kirchner.

Do outro lado do globo, algumas companhias liberaram a rota Melbourne, Austrália, e Santiago do Chile, através do Pacifico. Mas voos com decolagem ou aterrissagem na Tasmânia e Adelaide, na Austrália, e na Nova Zelândia foram cancelados durante todo o dia.

Alguns especialistas chilenos estimam que a erupção do Puyehue pode terminar em uma semana. O Puyehue entrou em erupção no último dia 4, após meio século de inatividade. O setor turístico da Argentina, principalmente na região de Bariloche e Patagônia, foram duramente afetados.