rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
  • Acordo do Brexit recebe apoio preliminar do Parlamento britânico

Barack Obama Birmânia Estados Unidos

Publicado em • Modificado em

Barack Obama viaja à Birmânia na próxima semana

media
A família Obama em Washington. REUTERS/Jason Reed

Esta é a primeira visita de um presidente americano ao país. A Casa Branca anunciou que o presidente reeleito viaja no dia 17 de novembro e tem encontros previstos com a líder da oposição, Aung San Suu Kyi. A reunião integra a agenda de Obama em sua turnê asiática, que também inclui a Tailândia e o Camboja. Paralelamente, a tensão cresce entre os Estados Unidos e o Irã, que atirou contra um avião teleguiado americano no Golfo.


O presidente reeleito Barack Obama viaja na próxima semana à Birmânia, anunciou nesta quinta-feira a Casa Branca. Esta é a primeira vez que um presidente americano visita o país. A viagem faz parte do giro na Ásia, que acontecerá entre os dias 17 e 20 de novembro. Na Birmânia, Obama vai se encontrar com o presidente Thein Sein e a líder da oposição Aung San Suu Kyi. O presidente americano também participará da vigésima-primeira Cúpula das Associações das Nações da Ásia do Sudeste, no Camboja, e também tem reuniões na Tailândia.

Depois da vencer as eleições nesta terça-feira, Obama ligou para 13 dirigentes, entre eles o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu e o presidente egípcio, Mohamed Morsi. O presidente americano também conversou com os líderes da Alemanha, França, Reino Unido, Árabia Saudita, Austrália, Índia, Turquia, Brasil e Colômbia. Segundo um comunicado da Casa Branca, Obama reiterou a intenção de dar continuidade à cooperação com esse países.

Irã atira em avião teleguiado americano

Paralelamente, os Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira novas sanções contra o Irã, principalmente contra o ministro da Comunicação, Reza Taghipour, acusado de censura e de limitar o acesso à Internet no país. O  presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad, convidado de um fórum sobre a democracia na Indonésia, disse nesta quinta que a questão nuclear deve ser resolvida com os Estados Unidos e voltou afirmar que o programa iraniano é pacífico. Um porta-voz do Pentágono, George Little, também comunicou hoje à imprensa que um avião teleguiado americano foi interceptado no dia 1 de novembro por dois caças iranianos, que abriram fogo contra o aparelho, que não sofreu danos. O avião fazia manobras de rotina a 30 quilômetros da costa iraniana. Os Estados Unidos indicaram que vão continuar a realizar os voos sobre as aguas internacionais do Golfo, para garantir a segurança na região.