rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Acordo Trabalho infantil Trabalho escravo OIT Peru Brasil América Latina Direitos da Criança

Publicado em • Modificado em

Latino-americanos firmam compromisso para acabar com trabalho infantil

media
Segundo o IBGE, mais de 500 mil crianças, entre 5 a 13 anos, trabalhavam no Brasil em 2013. brasil.gov.br

Os países da América Latina e do Caribe acabam de dar um passo importante para erradicar o trabalho infantil na região. Reunidos em Lima no Peru, para uma reunião regional da Organização Internacional do Trabalho (OIT), representantes dos 25 países latino-americanos, entre eles o Brasil, assinaram na terça-feira (15) um acordo se comprometendo a lutar e a acabar com a exploração da mão de obra de menores de idade até 2020.


A 18ª reunião regional americana da OIT, iniciada no dia 13 de outubro, acontece até quinta-feira (16). O documento propondo metas para erradicar o trabalho infantil foi assinado, no segundo dia do encontro, pelos ministros do Trabalho dos países da América Latina e Caribe, representantes de governos e pelo diretor-geral da OIT, Guy Ryder.

Brasil campeão do trabalho infantil na região

O compromisso é mais do que necessário. Segundo a OIT, 12,5 milhões de crianças trabalham na região, e 9,5 milhões delas desempenham tarefas perigosas.

O Brasil é o campeão do trabalho infantil na região, cerca meio milhão de crianças entre 5 a 13 anos trabalham no país, de acordo com dados do IBGE.

Em segundo lugar vem o Peru, onde, 110 mil jovens são empregadas domesticas. Para lutar contra essa exploração, que impede os adolescentes de estudar, o país acaba de lançar uma campanha original, intitulada “a rebelião das vassouras”.

A iniciativa dos países latino-americanos integra os esforços globais para garantir os direitos às 168 milhões decrianças e adolescentes afetados pelo trabalho infantil no mundo. Ela acontece poucos dias após a atribuição do prêmio Nobel da Paz ao indiano Kailash Satyarthi, por seu combate contra o trabalho escravo infantil na Índia.