rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Peru Acidente Machu Picchu

Publicado em • Modificado em

Turista alemão morre em abismo do Machu Picchu ao tirar foto pulando

media
Turista alemão teria violado as medidas de segurança e acessado uma zona proibida do Machu Picchu (foto). Wikimedia

Um turista alemão morreu em um abismo de 200 metros de profundidade no Machu Picchu, informou a polícia peruana nesta sexta-feira (1°). O homem pulou para fazer uma foto no ar no cume da montanha e caiu em um precipício.


De acordo com a polícia, o turista alemão Oliver Paps, de 51 anos, pediu para um amigo fotografá-lo pulando com a paisagem da cidade inca ao fundo. Segundo testemunhas, o homem teria se aproximado demais de um barranco, subestimando o perigo. O incidente ocorreu na quarta-feira (29).

"Não sei o que ele pretendia fazer, mas ao ser fotografado por outro alemão caiu no abismo profundo e morreu na hora", disse o policial Santos Mamani, da delegacia de Machu Picchu, na cidade de Cusco.

"'Vou dar um pulo, tira uma foto para ficar de recordação', sem perceber que estava à beira do precipício", contou o amigo da vítima a um agente que participou dos trabalhos de resgate do corpo.

Segundo a Direção Regional Cultura de Cusco, o homem violou as medidas de segurança e entrou em uma zona proibida devido ao perigo da proximidade com barrancos profundos.

O corpo do turista foi levado na tarde de quinta-feira (30) para o necrotério de Cusco, onde aguardava para ser repatriado.