rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

LGBT Marinha EUA

Publicado em • Modificado em

Harvey Milk, pioneiro da causa LGBT nos EUA vira nome de navio da Marinha

media
Harvey Milk, pioneiro da causa LGBT, vira nome de navio da Marinha americana. HARVEY MILK ARCHIVES-SCOTT SMITH COLLECTION, HORMEL GAY & LESBIA

A Marinha de Guerra americana batizará um de seus navios com o nome de Harvey Milk, pioneiro da luta pelos direitos homossexuais assassinado em 1978, em San Francisco. A notícia foi divulgada nesta sexta-feira (29) no site da Marinha dos Estados Unidos.


Harvey Milk foi um pioneiro na luta contra as discriminações e pelo direito dos homossexuais de viver sua identidade publicamente. Ele foi vivido por Sean Penn no filme "Milk, a voz da igualdade", que ganhou o Oscar de melhor ator em 2009.

Milk serviu na Marinha americana de 1951 a 1955, durante a Guerra da Coreia, como instrutor de mergulho, em San Diego. Depois ele se mudou para San Francisco, em 1972, onde virou ativista das causas LGBT e pacifista. Ele foi assassinado em 1978.

"Posso confirmar que a Marinha informou ao Congresso sobre sua intenção de batizar um novo petroleiro reabastecedor de esquadra como USNS Harvey Milk", declarou uma fonte da instituição, confirmando informações do site USNI News.

Navios vão homenagear heróis dos direitos civis

O prefixo USNS significa que o navio pertence à Marinha americana, mas que se trata de um barco de apoio, dotado em geral de uma tripulação civil, invés de um navio de combate.

Segundo o USNI News, site de informações marítimas, o atual secretário da Marinha, Ray Mabus, quer dar os futuros petroleiros de reabastecimento os nomes de líderes dos direitos civis do país.

O primeiro barco desse tipo recebeu o nome de John Lewis, ex-companheiro de luta de Martin Luther King, que agora é representante do estado da Geórgia no Congresso americano.