rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Donald Trump Eleições Rússia Hackers

Publicado em • Modificado em

Ex-conselheiro de Trump admite contato com russos antes das eleições

media
Putin, Clinton e Trump ilustrando matrioscas russas. Photo Kirill Kudryavtsev. AFP

Mais um ex-conselheiro da campanha presidencial de Donald Trump admitiu, oficialmente, ter se encontrado com autoridades russas em 2016, revelou neste sábado (4) o jornal The New York Times.


Nos últimos meses, o ex-conselheiro de campanha Carter Page concedeu várias entrevistas à imprensa, negando sempre ter se encontrado com membros do governo russo durante sua viagem a Moscou no verão de 2016. Carter insistia que só havia tido encontros com intelectuais russos.

Agora, porém, The New York Times revela que Carter enviou um e-mail a um outro conselheiro da campanha de Trump, no qual relatava suas impressões da reunião que tivera com membros do governo russo.

Segundo o jornal, o e-mail foi lido em voz alta pela comissão parlamentar de inquérito que, reunida a portas fechadas na quinta-feira (2), investiga a interferência russa nas eleições presidenciais americanas de 2016.

Não foi o primeiro

Na segunda-feira (30), o procurador especial encarregado da investigação sobre os russos, Robert Mueller, indiciou Paul Manafort, antigo diretor de campanha de Donald Trump, e seu assistente, Richard Gates, por conspiração contra os Estados Unidos e lavagem de dinheiro.

No mesmo dia, outro ex-conselheiro da campanha, George Papadopoulos, confessou ter mentido em depoimento ao FBI durante uma audiência que investigava seus contatos com autoridades estrangeiras antes das eleições presidenciais.

(Com agência AFP)