rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
  • Estilista Azzedine Alaïa morre aos 77 anos em Paris

Chile Estados Unidos Justiça Boxe

Publicado em • Modificado em

Mike Tyson é barrado ao tentar entrar no Chile

media
A foto de Mike Tyson sendo escoltado no aeroporto de Santiago foi divulgada pela polícia local. Courtesy of Policia de Investigaciones de Chile/Handout via REUT

O ex-campeão mundial de boxe, Mike Tyson, foi impedido de entrar no Chile ao aterrissar, nesta quinta-feira (9), no aeroporto internacional de Santiago. O norte-americano não pode ficar no país por não cumprir com as exigências das leis de imigração chilenas.


"Estar condenado ou ser processado por qualquer delito obriga a Polícia de Investigações (PDI) a impedir a entrada. E é nesse contexto que o Sr. Tyson foi impedido de entrar no país", explicou Natália Alvarado, funcionária da polícia. Segundo ela, o ex-campeão dos pesos pesados "se encontra à espera de voltar aos Estados Unidos, o que acontecerá num próximo voo", que decola ainda na noite desta quinta-feira. 

O atleta de 51 anos marcou a história do boxe por suas espetaculares lutas. Mas seu nome também foi associado a inúmeros escândalos fora dos rings, que o levaram diversas vezes ao banco dos réus. Em 1997, Tyson foi desclassificado de uma luta por morder e arrancar um pedaço da orelha do rival Evander Holyfield durante um combate. A soma de seus antecedentes criminais foi o que provocou sua deportação no Chile.

O ex-campeão mundial desembarcou em Santiago para participar de um evento de uma emissora de televisão local e de várias campanhas publicitárias. Essa, aliás, é a terceira vez que ele tenta entrar no país e tem sua entrada negada pelas autoridades chilenas.

A imagem de Tyson sendo escoltado no aeroporto de Santiago foi divulgada na conta da polícia chilena no Twitter.

(Com informações da AFP)