rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Moda Canadá modelos Nova York Victoria's Secret Vitiligo Desfile

Publicado em • Modificado em

Modelo canadense com vitiligo é nova “angel” da Victoria’s Secret e abre espaço para diversidade

media
A modelo canadense Winnie Harlow foi capa da revista Marie Claire no Brasil neste mês de setembro. Reprodução Twitter

Aos 26 anos, Chantelle Winnie, artisticamente conhecida como "Winnie Harlow", é uma modelo que se destaca nas passarelas do mundo todo e foi anunciada em setembro como a nova integrante do prestigioso time das “angels” da marca de lingerie Victoria’s Secret. Nascida em Toronto, no Canadá, ela tem vitiligo, uma condição que causa manchas despigmentadas na pele e acaba de ser capa da revista Marie Claire no Brasil, neste mês de setembro.


Winnie Harlow descobriu sua doença aos quatro anos. Posteriormente, sua infância e adolescência tornaram-se insuportáveis. A maldade de outras crianças a transformou em alvo de bullying. "Elas me chamavam de 'zebra' e de 'vaca'", diz. Tais provações a levaram a mudar de escola várias vezes e finalmente desistir dos estudos. Com a situação intolerável, ela decidiu tomar uma decisão radical, "como eu não queria desistir, tive que assumir [a doença] ", explica ela, hoje com descontração.

A trajetória e os percalços

No começo, ela foi rejeitada por agências de modelos, mas criou um perfil em uma rede social onde foi descoberta pela ex-modelo Tyra Banks, apresentadora do clássico reality show americano "America's Next Top Model". Winnie saiu do programa em 2014, mas Tyra continuou inspirando a modelo: "Você já é uma estrela. Eu apenas ofereci uma plataforma para garantir que as pessoas reconhecessem quem você era. Continue me orgulhando", disse a apresentadora.

Anos mais tarde, Winnie foi escolhida como garota-propaganda da marca Desigual, de Barcelona, cujos laços e cores fortes combinam com a personalidade da modelo, mas no fundo ela diz ser apenas o tipo de menina satisfeita “com moleton e tênis”. Divertida e sorridente, a jovem demonstra um estilo delicado que contrasta com sua determinação. Ela se transformou em uma espécie de embaixadora do vitiligo, doença que afeta mais de um milhão de brasileiros e cerca de 0,5% da população mundial..

Seu físico seduz e permite que ela lance sua carreira. Enquanto trabalhava para a Diesel ou para a Desigual, ela aproveitou sua notoriedade para conscientizar o público sobre sua doença. "As pessoas tendem a ter medo do que é diferente sem perceber que somos todos diferentes". Winnie Harlow fará sua estreia como “angel” da Victoria’s Secret em 2018 em Nova Iorque.