rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Brasil Censura Cuba Dilma Rousseff Dissidente Fidel Castro Raúl Castro

Publicado em • Modificado em

Blogueira cubana espera que Dilma aborde Direitos Humanos em Cuba

media
A blogueira cubana Yoani Sánchez durante entrevista em Havana. ©Reuters.

A blogueira Yoani Sanchez, que recebeu na quarta-feira o visto de Brasília para visitar o país, continua esperando a autorização do governo cubano para deixar o Cuba. Em entrevista exclusiva à RFI, ela fala da importância da visita da presidente brasileira Dilma Rousseff a Havana, na semana que vem. Sanchez não poupa críticas a Lula e diz que essa viagem da chefe de Estado representa uma oportunidade de ouro para abordar temas polêmicos.


Apesar de ter recebido um visto do governo brasileiro para visitar o Brasil, a blogueira cubana Yoani Sanchez ainda não sabe se poderá viajar, já que necessita de uma anuência de Havana (uma autorização de saída chamada Cartão Branco) para deixar o país. Ela não parece otimista, e alega já ter vários vistos em seu passaporte, mas que nenhuma de suas 20 tentativas de deixar o país nos últimos quatro anos foi bem-sucedida, já que o governo cubano nunca autorizou a sua saída.

Entrevista integral com a bloqueira Yoani Sanchez (em espanhol) 27/01/2012 Ouvir

Em entrevista à Radio França Internacional, Yoani diz que pretende encontrar com blogueiros no Brasil. “Também gostaria de visitar a redação de um grande jornal para conhecer uma imprensa mais livre e trazer essas experiências para Cuba”, planeja. O objetivo principal de sua viagem é participar do lançamento do documentário "Connexion Cuba-Honduras", de Dado Galvão, no qual é uma das entrevistadas.

Questionada sobre a visita de Dilma Rousseff à Cuba na próxima terça-feira, a blogueira, ferrenha opositora do regime castrista, diz que a presidente brasileira deve aproveitar a ocasião para abordar temas sensíveis. “Eu acho que Dilma tem uma oportunidade de ouro. A oportunidade de vir à Havana, falar com as autoridades do país e cumprir uma agenda que supere os temas econômicos (...) Espero que Dilma vá além disso e que fale com o governo cubano sobre os direitos dos cidadãos", comenta Yoani.

A blogueira também compara a visita da líder brasileira com a viagem realizada ao país pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2010, e não poupa críticas: “Houve várias polêmicas durante a viagem de Lula. As pessoas se recordam com muito mal-estar de algumas declarações feitas por ele após a morte de Orlando Zapata Tamayo, que foi tratado como uma preso comum, evidentemente desinformado da propaganda cubana. Mas nunca é tarde para corrigir”, comenta.