rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Reportagem
rss itunes

Brasil inaugura primeira unidade de construção de submarino nuclear

Por Luiza Duarte

O Programa de Desenvolvimento de Submarinos criado em 2008 pela parceria estratégica entre a França e o Brasil se tornou realidade nesta sexta-feira com a inauguração da sua primeira unidade industrial do país para a construção do primeiro submarino de propulsão nuclear, em Itaguaí, no estado do Rio de Janeiro. A planta nuclear será desenvolvida com tecnologia inteiramente nacional.

A construção da Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas (UFEM), de um estaleiro, para a manutenção e montagem, e de uma base naval, para o controle das operações, deve custar 7,8 bilhões de reais até 2017. Os outros polos do complexo seguem em obras. Ao todo, a construção deve gerar 9 mil empregos diretos e 32 mil indiretos.

No discurso inaugural, que contou com a presença do embaixador da França no Brasil, Bruno Delaye, empresários e autoridades dos dois países, a presidenta Dilma Rousseff defendeu que a indústria de defesa é a indústria do conhecimento e ressaltou que o Brasil com suas dimensões continentais precisa ter aparatos militares eficazes, mesmo no atual panorama pacífico da América Latina.

Em entrevista à RFI, Eric Berthelot, diretor da filial no Brasil da empresa francesa DNCS, uma das líderes mundiais na área de construção naval, contratada pela Marinha para junto com a Odebrecht planejar e construir o complexo naval de Itaguaí, revela os detalhes dessa parceria e fala da importância da autonomia tecnológica brasileira.

Igreja Católica quer reforçar seu papel com indígenas ameaçados de morte por madeireiros

Religiosos da Amazônia defendem introdução das tradições indígenas em rituais católicos

Padres da Amazônia defendem ordenação de homens casados para fortalecer Igreja Católica

Católicas da Amazônia esperam do Vaticano maior valorização para mulheres dentro da Igreja

Situação dos EUA gera avanços na COP 22, diz brasileira do Greenpeace

Franceses e brasileiros começam o ano em Paris sonhando com paz e trabalho

Retrospectiva: 2015 foi marcado pelo terrorismo e pela crise migratória

Manifestantes contra a COP 21 criticam proibição de realizar protestos

“Espero que o Brasil reveja sua posição sobre a Venezuela”, diz Mauricio Macri

França dará "resposta forte" aos atentados de Paris, afirma especialista

Relação entre armas legais e criminalidade não é consenso entre pesquisadores

Sucesso da COP21 depende de China aceitar revisão de metas de emissões