rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Campanha eleitoral Paris Eleições 2014 Brasil Eleitores

Publicado em • Modificado em

Número de eleitores brasileiros inscritos na França dobrou este ano

media
Prédio foi alugado para receber os eleitores brasileiros residentes na França, onde o voto ocorreu sem filas. RFI

Os brasileiros residentes no exterior também votam neste domingo para escolher o novo presidente do Brasil. Mais de 354 mil eleitores estão inscritos para votar fora do território nacional. O número de votantes potenciais na França dobrou e obrigou o consulado de Paris a alugar um prédio inteiro para acolher a votação. Apesar do aumento, não houve filas longas na porta.


Se em 2010, durante as últimas eleições presidenciais brasileiras, a França tinha 3947 eleitores inscritos, este ano o consulado do Brasil em Paris registrou 8807 pessoas aptas a votar neste 5 de outubro. Como o voto é realizado apenas na capital, as autoridades locais decidiram alugar um prédio para a acolher os eleitores.

Apesar do aumento no número de inscritos, até às 16h no horário local (11h em Brasília), a votação foi feita sem filas diante da antiga mansão transformada em sala de eventos. O local, decorado com um teto de vidro e escadarias de ferro estilo Eiffel, é situado no bairro do Sentier, conhecido como centro das confecções da capital francesa.

Outros países

Os brasileiros morando na Nova Zelândia foram os primeiros a votar. Por causa do fuso horário, 16 horas à frente do Brasil, o voto começou às 17h de sábado, pelo horário de Brasília.

Os Estados Unidos são a maior zona eleitoral brasileira no exterior, onde 112,2 mil eleitores se inscreveram para participar das eleições, segundo o TSE. A votação acontece em Nova York, no Metropolitan West, um pavilhão reservado especialmente para a votação.

No Japão, os 30,6 mil eleitores votam em quatro cidades: Tóquio, Oizumi, Joso/Mitsukaido e Ueda. Em Portugal, o terceiro país com o maior número de brasileiros, os 30,4 mil eleitores votam na Faculdade de Direito de Lisboa. Na Itália, os 20,9 mil eleitores devem comparecer à Embaixada ou Consulado de Roma até o final do dia. Na Alemanha, os 17,5 mil inscritos também votam na Embaixada de Berlim.

No total, 916 urnas eletrônicas foram enviadas aos países para organização das eleições. Em todos os países, a votação ocorre das 8h às 17h.