rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Denise Namura e Michael Bugdahn: dança-teatro com toque brasileiro

Por Daniella Franco

Os bailarinos e coreógrafos Denise Namura e Michael Bugdahn fundaram a companhia de dança À Fleur de Peau em Paris há quase 30 anos. Desde então, a brasileira e o alemão criaram mais de 40 espetáculos e coordenaram mais de mil apresentações nos principais eventos de dança da Europa e do Brasil. A relação com a cultura brasileira, aliás, sempre esteve no foco das coreografias criadas pela dupla. Desde 2000, Namura e Bugdahn trabalham com grandes companhias brasileiras, como o Balé da Cidade de São Paulo e a Companhia Cisne Negro.

Revista Brésils inaugura edição bilíngue com dossiê sobre parques e jardins

Racismo é tema de instalação que abre mostra virtual de artistas brasileiros em Paris

"Não é normal que o Brasil continue socialmente tão desigual”, dizem autores de Atlas

Festival franco-brasileiro Curta com Teatro celebra cinco anos de exibição de peças e filmes

Viagens do surrealista francês Benjamin Péret pelo Brasil são tema de livro

Mario Bakuna fala sobre tocar clássicos russos com “pegada brasileira”

Startup carioca alia tecnologia de ponta e fornecedores franceses para criar produtos 100% recicláveis

Falhas do Estado explicam aumento de apoio à pena de morte no Brasil, diz pesquisador da HRW

"As pessoas bebem café gourmet em busca de status social", revela sociólogo brasileiro

"Nossa dívida pública é alimentada por mecanismos fraudulentos", alerta ONG da Dívida

Guilherme Pimentel: "O WhatsApp é uma ferramenta de denúncia da violência policial no Rio"

"Condenado, preso ou livre, Lula é fator mais relevante da eleição 2018”, diz cientista política

“Me sinto adotado pelos músicos brasileiros”, diz violinista francês Nicolas Krassik

"É urgente transformar o consumo", diz estilista brasileira vencedora de prêmio em Paris

“Lisboa é uma ‘cidade resort’”, afirma membro de associação turística

Sommelière ensina como economizar na hora de escolher vinhos para o Natal