rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

cidades Rio São Paulo Brasília Custo de vida Hong Kong Luanda

Publicado em • Modificado em

SP, Rio e Brasília caem em ranking de cidades mais caras do mundo

media
Vista aérea Avenida Paulista, centro financeiro de São Paulo Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília caíram no ranking da consultoria norte-americana Mercer das cidades mais caras do mundo. As três são as únicas brasileiras entre as 209 da lista.


O levantamento estima o custo de vida para um profissional que sai de seu país para trabalhar em outro.

São Paulo passou da 40ª posição, em 2015, para a 128ª; o Rio foi da 67ª para a 156ª; e Brasília saiu do 150º lugar para o 190º. A alta do dólar explica a queda das cidades brasileiras no ranking.

As dez mais caras são Hong Kong (China), Luanda (Angola), Zurique (Suíça), Cingapura (Cingapura), Tóquio (Japão), Kinshasa (Congo), Xangai (China), Genebra (Suíça), Ndjamena (Chade) e Pequim (China).

Preços de produtos e serviços

A consultoria pesquisa os preços de mais de 200 produtos e serviços em cada cidade, incluindo moradia, transporte, comida, roupas, produtos de casa e entretenimento. Depois, todos os valores são transformados da moeda local para dólar. O estudo usa Nova York como parâmetro de comparação.

Por isso, apesar de os preços terem subido no Brasil em reais, eles estão mais baixos em dólares.