rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Meio Ambiente
rss itunes

Muito além do bife de soja: conheça o maior mercado vegano de Paris

Por Lúcia Müzell

Foi-se o tempo em que, para ter uma alimentação vegana, era preciso limitar o cardápio a salada, legumes e cereais. O movimento, que prega a rejeição completa de qualquer tipo de produto de origem animal, inclusive o mel, ganha força na Europa. Hoje, abolir os animais do cardápio não precisa mais ser um sacrifício: a oferta de produtos vai de diversos tipos de falsos queijos e carnes a especialidades asiáticas, molhos prontos, doces e cosméticos.

No maior mercado especializado de Paris, a gama de produtos surpreende quem não imaginava que o setor já estava tão desenvolvido – até os bichos de estimação podem entrar na nova dieta, com ração vegana. Un Monde Vegan abriu há quatro anos e hoje tem três lojas na França. A RFI visitou a instalada no bairro do Marais.

“Gosto muito de falafel e vejo que há uma grande variedade aqui. Por que não testar? Estou olhando tudo há um bom tempo”, comenta a estudante Myrian, de 23 anos. “Eu já testei o ‘fauxmage’ [amálgama de “faux”, que significa falso, e “fromage”, queijo] e é bem bom. Foi surpreendente. Provei o falso cheddar e achei que o gosto se parece bastante com o original.”

Falso queijo: porta de entrada ao veganismo

O queijo costuma ser uma porta de entrada para os franceses que querem experimentar o veganismo, mas não se sentem capazes de abandonar um dos produtos mais tradicionais do país. Quem passa no teste do queijo não vê muitas barreiras para seguir sem os ingredientes de origem animal, como leite, ovos e a carne.

“O queijo é um produto importante para as pessoas que querem fazer a transição para o veganismo e passar para uma alimentação vegetal”, explica Steve Parmentier, um dos diretores da loja. “Temos muitas opções atualmente: marcas alemãs, inglesas, gregas. Mas ainda temos poucos queijos tipicamente franceses.”

Ele afirma que o mercado é muito frequentado por turistas estrangeiros, que não encontram uma variedade tão grande de produtos deste gênero nos seus países. As possibilidades de compostos vegetais evoluíram muito nos últimos cinco anos, uma mudança que o próprio Steve pôde constatar, por ser vegano há uma década.

Crimes contra indígenas sequer são contabilizados, denunciam entidades

Especialistas rebatem argumentos de cientistas que negam aquecimento global

Soberania da Amazônia é raro ponto de convergência entre esquerda e direita

Crescimento de energias renováveis bloqueia no mundo, mas avança no Brasil

Melhor sanção contra desmatamento é consumo consciente, afirmam especialistas

Contaminação por chumbo continua sendo ameaça após incêndio em Notre-Dame?

Greta Thunberg manda mensagem para jovens brasileiros: "é preciso se conscientizar sobre o que está acontecendo"

Levado pelos ventos, francês atravessa o Atlântico a bordo de um tonel

Em guerra contra o plástico, França resgata hábito de devolução de garrafas

Contestado na Europa e nos EUA, agrotóxico que reduz QI de crianças é liberado no Brasil

Observatório Espacial do Clima vai ajudar a identificar desmatamento clandestino

Pássaro degustado em estranho ritual gastronômico francês pode desaparecer

Após dinossauros, Terra pode estar em sexta extinção em massa de espécies

Receitas ensinam a fazer até desodorante caseiro para evitar produtos tóxicos

Carne sintética: revolução contra a poluição da pecuária ou demagogia?