rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
  • Carlos Ghosn deixa centro de detenção em Tóquio após pagamento de fiança
RFI CONVIDA
rss itunes

Gastronomia francesa foi reconhecida no Brasil na última década, diz chef

Por Patricia Moribe

No dia mundial do evento Goût de France, o RFI Convida entrevistou Emmanuel Bassoleil, conceituado e premiado chef francês radicado no Brasil.

A cozinha francesa, patrimônio imaterial da humanidade, é o tema do evento mundial Goût de France, Gosto de França, e num jogo de palavras, “good France”, em inglês, a boa França. Nesta terça-feira, 21, dois mil chefes de cinco continentes vão participar da celebração da gastronomia francesa. Em forma de um jantar, os chefs vão juntar os ingredientes que fazem da cuisine française algo tão especial: sua excelência, capacidade de inovação e os valores que ela divulga: compartilhar, prazer, o comer bem.

Quase cem restaurantes brasileiros e seus chefs fazem parte do Gout de France. O RFI Convida conversou com Emmanuel Bassoleil, conceituado e premiado chef francês radicado no Brasil, responsável pela gastronomia do Hotel Unique, em São Paulo.

“Sou um francês que chegou no Brasil há mais de 30 anos. Poder estar aqui durante a ocasião de um evento mundial divulgando a gastronomia francesa é uma coisa maravilhosa. Antigamente, no Brasil, a gente batalhava para falar da gastronomia francesa, para expor o trabalho, falar da diversidade dos ingredientes locais”, afirma Emmanuel Bassoleil. Para ele, a gastronomia passou a ser reconhecida no Brasil nos últimos 10 anos. “Este é um trabalho que nós, embaixadores da gastronomia francesa no país, estamos fazendo o tempo inteiro. O Goût de France é um evento que ajuda bastante a gente neste trabalho”, declarou.

Uma família de bourguignons

“Venho de uma família de bourguignons, meus pais e eu nascemos na Borgonha [Bourgogne, em francês], meu pai era pescador, caçador, agricultor e minha mãe era uma dona de casa que cozinhava o tempo inteiro, eu digo para os meus amigos que, mesmo que eu não quisesse ser cozinheiro, eu nasci num local ideal para que isso acontecesse, era um caldeirão cultural ideal para que eu me tornasse um chef de cozinha”, conta o chef francês.

“Entrei na cozinha [profissional] pela primeira vez em 1977, ou seja, fazem exatamente 40 anos. Hoje eu sou responsável por toda a gastronomia do Hotel Unique, são mais de 50 mil refeições por mês, é um trabalho intenso, uma equipe muito grande”, explica. “Conheci minha esposa brasileira, mãe dos meus filhos, durante uma volta ao mundo que realizai em um navio. Decidi conhecer o Brasil para conhecer melhor a cultura brasileira, foi assim que decidi me instalar aqui”, conta Emmanuel Bassoleil.

Para ouvir a entrevista na íntegra com o chef francês Emmanuel Bassoleil, clique na imagem acima.

“Ataques contra universidades estimularam criação do Observatório do Conhecimento”, diz professora da UFRJ

“Eu sou uma mistura, então minha música é mestiça”, diz violonista pernambucana Fernanda Primo

“Em tempos de segregação no Brasil, jovens são os mais atacados”, diz professor em Paris

Crise na Igreja Católica brasileira é uma das razões da diminuição de fiéis, explica sociólogo

“Discurso de ódio de Bolsonaro favorece ataques contra imprensa”, diz representante da RSF no Brasil

“Torre das Donzelas é um convite à resistência”, diz cineasta que reviveu presídio feminino durante a ditadura

“Acredito na resiliência do setor cultural”, diz assessor da Ancine sobre riscos para fomento

“Não queremos reviver luta armada”, diz diretora de documentário sobre ex-guerrilheiro

“Somos massacrados pela música comercial da pior qualidade”, diz trombonista Raul de Souza

Brasil rejeita presença africana desde século 19, diz Beatriz Mamigonian, especialista em escravidão moderna

“Bolsonaro é uma ameaça aos indígenas do Brasil”, diz cacique Tanoné em visita à França

Professor da Unicamp apresenta em Paris dispositivo alternativo para imersão sonora

Atualidade política inspira 21ª edição do Festival de Cinema Brasileiro de Paris

“Eu nunca me aquietei artisticamente”, diz cantora Flávia Bittencourt em turnê pela Europa

Escritora italiana Lisa Ginzburg lança livro de amor e tragédia no Brasil dos orixás

Filme sobre destruição de marco zero do Rio traz triste paralelo com atualidade

DJ Marcelinho da Lua lança álbum “Insolente” e diz: “Mundo atual está precisando de provocação”

Arte “ecológica” de Manfredo de Souzanetto volta a ser exposta na Europa