rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

“Villa-Lobos leva o europeu a se interessar por outros compositores brasileiros”, diz Paulo Meirelles

Por Mauricio Assumpção

Nesta terça-feira (7), o pianista brasileiro Paulo Meirelles se apresenta na embaixada do Brasil em Paris ao lado da mezzo-soprano Angela Diel. O duo interpreta canções eruditas, de Villa-Lobos a Marlos Nobre, apresentando um painel da música contemporânea brasileira.

Nascido na pequena cidade de Astorga, no norte do Paraná, Paulo Meirelles foi apresentado às teclas do piano aos cinco anos, pelas mãos da professora Sandra Delallo. Desde então nunca mais abandonou o teclado, ganhando uma série de concursos no Brasil, que o levaram aos festivais e, finalmente, à Universidade de São Paulo, onde estudou piano sob a orientação de Fernando Corvisier.

Interessado pela prática e pela teoria, Meirelles deu continuidade aos estudos na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, onde, com uma bolsa da CAPES, defendeu uma tese de mestrado em Práticas Interpretativas, abordando a obra do compositor José Antônio de Almeida Prado (1943-2010).

Tocando com um tom de “azul arroxeado”

Hoje, Meirelles cursa o segundo ano do doutorado em Música da Université de Paris-Sorbonne, onde se aprofunda na compreensão e interpretação da subjetividade nas obras para piano de Almeida Prado.

“O foco da minha pesquisa são as metáforas do Almeida Prado. Ele sempre usou muitas anotações subjetivas nas suas composições. Ele indicava, por exemplo, que um trecho devia ser tocado ‘como estrelas’, ‘como uma galáxia’ ou ‘azul arroxeado’. Isso é um desafio enorme para o músico, que tem que interpretar essas anotações tão subjetivas”, explica Meirelles.

Sempre Villa-Lobos

No concerto desta terça-feira, Meirelles e Diel esperam poder cativar os ouvidos europeus com um repertório bastante variado de compositores brasileiros de música contemporânea. Além de Camargo Guarnieri, Francisco Mignone e Marlos Nobre, o programa conta com duas peças de Heitor Villa-Lobos, ainda considerado por muitos melómanos o mais importante compositor erudito do Brasil, senão de todo o continente americano.

“Villa-Lobos faz a ponte para que os europeus possam se interessar por outros compositores brasileiros de música erudita”, contou Meirellles à RFI.

Clique no box abaixo para assistir ao vídeo da entrevista de Paulo Meirelles. No fundo musical, ouvimos O Uirapuru na voz de Angela Diel com piano de Paulo Bergmann.

“Romances em quadrinhos estão em momento especial”, diz ilustradora Luli Penna

“Sociedade civil é quem vai mudar o Brasil”, diz empresária Luiza Trajano em Paris

“É preciso regulação para que investigações sobre fake news não demorem anos”, diz especialista

"O problema do brasileiro é se conformar que Bolsonaro está eleito", diz Delfim Netto

Fotógrafa francesa Charlotte Dafol expõe em Paris imagens de ocupações brasileiras

“Atualmente, a França me dá mais perspectivas que o Brasil”, diz cantora Camila Costa que lança CD em Paris

"Trump colocará na conta dos democratas tudo o que não conseguir fazer", diz ex-correspondente do NYT no Brasil

"Governo brasileiro precisa facilitar exportação para pequenos empresários", afirma designer de joias

Grupo franco-brasileiro Bel Air de Forró é finalista em concurso internacional

"Brasil caminha muito mais para o isolamento do que para uma relação integrada com a comunidade internacional," diz cientista político

“A oratória de protesto do rap estava um pouco adormecida”, diz MC Rael, em turnê na Europa

Pintora brasileira radicada na França denuncia desmatamento da Amazônia em telas gigantes

Diretora de teatro de Belo Horizonte divulga festival artístico interdisciplinar em Paris

Bolsonaro representa uma continuidade do que está acontecendo hoje no Brasil, diz historiador americano

“Estamos todos ameaçados”, diz escritor João Paulo Cuenca sobre Bolsonaro

Cordel se adapta à tecnologia e tem até desafio repentista por WhatsApp, diz pesquisadora francesa

"Brasil vive época propícia para arte subversiva", diz autor de livro sobre cena musical psicodélica

Livro sobre Dandara, líder do movimento negro do Quilombo dos Palmares, é lançado na França

“Uso da religião está sendo deturpado nas eleições", diz médium Divaldo Franco