rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

"Catequismo da luta anticorrupção estimula protagonismo do Judiciário no Brasil", diz especialista

Por Patricia Moribe

O Brasil está mergulhado em uma das piores crises políticas da sua história, não é segredo nenhum. A corrupção, acalentada durante todo o sempre, virou uma hidra, como a criatura mitológica com cabeças que se multiplicam. A luta anticorrupção no Brasil dos anos 2000 é tema de pesquisa de Fabiano Engelmann, professor do departamento de Ciência Política da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Como combater a corrupção num momento em que os três poderes distintos e autônomos, responsáveis pelo bom andamento da República, isso é, Executivo, Legislativo e Judiciário, se mesclam tanto? Engelmann analisa a situação através de três eixos.

“Desde a Constituição de 1988, desde o processo de redemocratização, o judiciário e, principalmente, o Ministério Público, foram adquirindo uma autonomia crescente, em termos de recursos, e também passaram a intervir bastante no espaço político”, explica o pesquisador.

“Há também o incremento da luta anticorrupção no âmbito internacional, a partir da OCDE, da ONU, da influência americana, com uma série de leis sendo promulgadas. Esse movimento internacional influencia as leis nacionais”, continua Engelmann.

“O terceiro ponto se refere ao jogo político, à conjuntura política, à problemática da grande fragmentação dos partidos políticos, a dificuldade de formação de coalizões de apoio aos governos no Congresso Nacional, o custo disso, da negociação da formação de ministérios. O custo das campanhas eleitorais também foi aumentando nos últimos 20 anos”, acrescenta o pesquisador.

Esses fatores relacionados acima, segundo Engelmann, “potencializaram as questões relacionadas à corrupção, ao financiamento de campanhas através de verbas ilícitas”. Esses fatores combinados levaram a uma maior judicialização, a um maior número de processos, que antes eram mais restritos a prefeituras e que depois passaram a atingir políticos em escala nacional, explica.

 

Pesquisador brasileiro comemora consolidação do futebol em meio acadêmico

Tatiana Leskova, testemunha viva da história do balé, é homenageada em Paris

Em Annecy, diretor de 'A Era do Gelo' revela desejo de criar séries de animação com parceiros no Brasil

“Temos que lutar para que não haja adiamento das eleições no Brasil”, diz Celso Amorim

Ministro da Cultura Sérgio Sá Leitão destaca "crescimento chinês” do audiovisual brasileiro

“Nossa música não está mais conectada com o povo”, diz compositor André Mehmari

Jornalista lança livro em Paris sobre José Ibrahim, um dos maiores nomes do sindicalismo brasileiro

“Roland Garros é a alma do tênis brasileiro atualmente”, diz Guga ao ser nomeado embaixador do torneio

Modelo de integração é de "indiferença às diferenças": romance de escritora franco-brasileira discute lugar da mulher mestiça entre Brasil e França

Mestre Reginaldo Maia resgata valores ancestrais da capoeira de Angola em Paris

“As eleições no Brasil já estão comprometidas”, diz presidente do PCO

"Moradia para todos é uma guerra política", diz urbanista João Whitaker em Paris

"Em tempos de email, só as cartas conseguem produzir uma eternidade nas pessoas", diz escritor Rodrigo Dias

Dupla Dinho Nogueira e Zé Barbeiro traz shows e cursos de choro para Europa

“Meu Brasil” é tema de mostra fotográfica em Paris criada com método de “mentoria”

Livro conta como Lisboa se tornou o “centro do mundo” na Segunda Guerra

Psicóloga brasileira publica na França livro sobre terapia sistêmica individual