rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Mario Bakuna fala sobre tocar clássicos russos com “pegada brasileira”

Por Patricia Moribe

Imaginem os clássicos russos de Tchaikovsky ou Rachmaninoff em versões abrasileiradas para violão e violino. Esse é um dos projetos do músico, violonista, arranjador, compositor e produtor Mario Bakuna, de São Paulo, radicado em Londres.

Mas antes Bakuna está preparando um CD em homenagem ao centenário de Dorival Caymmi, um projeto a dez mãos, junto com Edmundo Carneiro, Mateus Nova, Juliano Pereira e Jansen Santana.

Marcelo conta que vem de uma família de músicos, ou seja, a influência vem desde o berço. Ele se formou na Universidade Livre de Música de São Paulo, onde estudou com músicos como Olmir Stocker e Roberto Sion. Ele trabalha profissionalmente há 17 anos.

No Brasil trabalhou compondo para peças e danças, até resolver tentar a Europa. Depois de Portugal, fixou-se em Londres. E agora passa regularmente em Paris, tocando música e seus projetos.

Assista abaixo à entrevista completa:

Inimigo no fascismo brasileiro é o pobre, diz pesquisadora do voto em Bolsonaro

Da extrema-direita à esquerda: populismo tem faces distintas na Europa e na América Latina, diz especialista

“Lula adiou troca e prejudicou campanha de Haddad”, diz analista David Fleischer

"Bolsa Família é grande aliado para quem deseja fazer ajuste fiscal no Brasil", afirma Marcelo Neri

Novo livro de Jean-Paul Delfino traz personagem imortal que viveu no Brasil

“Ataque corrobora ânimo de briga manifestado por Bolsonaro”, diz cientista político da UFMG

Em Perpignan, a fotógrafa brasileira Alice Martins expõe imagens da guerra na Síria

“Atlas do Agronegócio revela a complexa cadeia do setor agroindustrial”, diz coordenadora

"Assegurar preservação do patrimônio é responsabilidade da sociedade", diz presidente do Ibram sobre incêndio no Museu Nacional

“Quero nossa democracia de volta” pede cineasta brasileiro Fellipe Barbosa em Veneza

“Mulheres brasileiras sempre foram vistas como patrimônio do homem”, diz diretora-presidente da ONG Artemis

“Mulheres negras e indígenas representam o feminismo de resistência brasileiro”, afirmam pesquisadoras

Apesar da crise, brasileiros participam de Encontro Mundial das Famílias em Dublin

Instrumentalização política dos migrantes alimentou xenofobia em Roraima, diz professor da UFRR

"Tenho uma parte da história do Brasil nos meus arquivos", conta a fotógrafa Rosa Gauditano

Após turnê internacional, cantora Flávia Coelho volta ao estúdio em Paris para gravar 4° álbum

"Vitimização de Lula é estratégia do PT para angariar votos", diz cientista político