rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Mario Bakuna fala sobre tocar clássicos russos com “pegada brasileira”

Por Patricia Moribe

Imaginem os clássicos russos de Tchaikovsky ou Rachmaninoff em versões abrasileiradas para violão e violino. Esse é um dos projetos do músico, violonista, arranjador, compositor e produtor Mario Bakuna, de São Paulo, radicado em Londres.

Mas antes Bakuna está preparando um CD em homenagem ao centenário de Dorival Caymmi, um projeto a dez mãos, junto com Edmundo Carneiro, Mateus Nova, Juliano Pereira e Jansen Santana.

Marcelo conta que vem de uma família de músicos, ou seja, a influência vem desde o berço. Ele se formou na Universidade Livre de Música de São Paulo, onde estudou com músicos como Olmir Stocker e Roberto Sion. Ele trabalha profissionalmente há 17 anos.

No Brasil trabalhou compondo para peças e danças, até resolver tentar a Europa. Depois de Portugal, fixou-se em Londres. E agora passa regularmente em Paris, tocando música e seus projetos.

Assista abaixo à entrevista completa:

Festival franco-brasileiro Curta com Teatro celebra cinco anos de exibição de peças e filmes

Viagens do surrealista francês Benjamin Péret pelo Brasil são tema de livro

Startup carioca alia tecnologia de ponta e fornecedores franceses para criar produtos 100% recicláveis

Falhas do Estado explicam aumento de apoio à pena de morte no Brasil, diz pesquisador da HRW

"As pessoas bebem café gourmet em busca de status social", revela sociólogo brasileiro

"Nossa dívida pública é alimentada por mecanismos fraudulentos", alerta ONG da Dívida

Guilherme Pimentel: "O WhatsApp é uma ferramenta de denúncia da violência policial no Rio"

"Condenado, preso ou livre, Lula é fator mais relevante da eleição 2018”, diz cientista política

“Me sinto adotado pelos músicos brasileiros”, diz violinista francês Nicolas Krassik

"É urgente transformar o consumo", diz estilista brasileira vencedora de prêmio em Paris

“Lisboa é uma ‘cidade resort’”, afirma membro de associação turística

Sommelière ensina como economizar na hora de escolher vinhos para o Natal

"Trabalhar com cultura piorou muito desde o golpe", diz a coreógrafa Lia Rodrigues

"Número de suicídios de adolescentes cresce no Brasil", revela Marlene Iucksch