rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Filme compara utopia de Ford com destruição da Amazônia pela soja

Por Paloma Varón

“Beyond Fordlândia” é um documentário premiado do brasileiro Marcos Colón, pesquisador do Centro de Cultura, História e Meio Ambiente do Instituto Nelson de Estudos Ambientais, da universidade de Wisconsin. Ele foi exibido em Paris nesta quarta-feira (24).

Colón explica que a inspiração veio de sua tese de doutorado, a partir de um livro de Mario de Andrade, “O Turista Aprendiz”, sobre uma expedição etnográfica do escritor à Amazônia em 1927. Para Colón, o que mais sobressai na obra “é a sensibilidade do autor de querer capturar um momento, de querer entender uma região etnograficamente”. Ele acrescenta que “Mario de Andrade teve uma preocupação importante em ver, sentir e olhar o Brasil”.

Um dos objetivos do filme, explica o diretor, é mostrar a situação hoje da Amazônia e da população local. O título “Beyond Fordlândia” remete a um projeto do americano Henry Ford, pioneiro da indústria automobilística, que comprou uma vasta área de terras no Pará, com o intuito de produzir látex, imprescindível para a confecção de pneus de borracha. Apesar de o escritor modernista apenas mencionar a Fordlândia no livro de 1927, Colón decidiu conhecer o projeto utópico do magnata, noventa anos depois.

Karim Aïnouz conta na Berlinale a vida de refugiados em aeroporto alemão

Aplicativo brasileiro de reciclagem que conecta catadores e população é premiado em Paris

“A emoção do rádio é impagável”, diz o narrador esportivo José Silvério

Carnaval revela essência da sociedade brasileira, diz antropólogo Roberto DaMatta

Internet ajudou a criar manifestações de revolta sem líderes, diz psicanalista Ana Costa

“Paul Bocuse adorava o Brasil,” diz chef de cozinha Laurent Suaudeau

“Quem precisa ser pacificada no Rio é a própria polícia”, afirma especialista em favelas

Opinião: Analistas e imprensa europeia têm visão “deformada” do “mito Lula”

“Brasil atual lembra momentos sombrios da história do país”, diz escritor Godofredo de Oliveira Neto

“Incompetência intercultural dificulta relações franco-brasileiras”, alerta linguista francês

Paulo Sérgio Pinheiro critica desprezo de diversos países da ONU com a população síria

“O processo de judicialização do Brasil fez duas vítimas, Lula e Dilma”, diz Luiz Felipe de Alencastro

Julgamento de Lula "tem base mais política do que judiciária", diz historiadora francesa

“Arcaísmo marca representação do negro no cinema”, opina sociólogo da Unicamp