rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Poeta baiano faz trilogia de poesias a partir de obras visuais

Por Taise Parente

“Bichos Poesias Desenhadas” é o nome do livro que o poeta baiano Natan Barreto, radicado em Londres, está promovendo em Paris.

“São 83 poesias curtas, todas sobre animais, em forma de quadras, ou seja, apenas quatro versos, todos rimados”, conta Natan Barreto. A princípio, o poeta pensou em convidar um artista para fazer as ilustrações, mas sua irmã sugeriu utilizar pinturas dos alunos de uma escola em Salvador, onde a mãe de ambos trabalhou.

“As 83 poesias foram lidas para 29 alunos do 5° ano do Ensino Fundamental dessa escola”, explica Natan. “Cada criança fez uma leitura, uma interpretação pessoal das poesias”, continua. O escritor voltou a Londres com uma caixa cheia de desenhos e dali foi selecionando as imagens, escolhendo as que melhor correspondessem a cada poema.

Trilogia sobre imagens

Natan Barreto explica que “Bichos Poesias Desenhadas” é o segundo volume de uma trilogia de poesias baseadas em imagens. “O primeiro foi ‘Movimento Imóvel’, de 2016, com 33 poesias escritas a partir de pinturas, esculturas e desenhos de grandes mestres das artes visuais, como Van Gogh, Picasso, Michelângelo, chegando a Portinari e Tarsila do Amaral.

“O terceiro livro está em execução, ainda não tem nome, mas será feito a partir de fotografias”, conta Natan. “Esse livro eu comecei em 2003, sem saber que eu começava ”, diz o poeta, poeticamente. A ideia surgiu de um convite no Barbican Center, um espaço cultural em Londres, onde Natan foi convidado a refletir sobre fotografias de Sebastião Salgado com poesias. Ele produziu duas, em português e inglês, que foram publicadas no livro ‘Esconderijos em papeis’ e ao longo dos anos ele vem fazendo outras poesias a partir de imagens fotográficas. O livro que fecha a trilogia será lançado em 2019.

 

Karim Aïnouz conta na Berlinale a vida de refugiados em aeroporto alemão

Aplicativo brasileiro de reciclagem que conecta catadores e população é premiado em Paris

“A emoção do rádio é impagável”, diz o narrador esportivo José Silvério

Carnaval revela essência da sociedade brasileira, diz antropólogo Roberto DaMatta

Internet ajudou a criar manifestações de revolta sem líderes, diz psicanalista Ana Costa

“Paul Bocuse adorava o Brasil,” diz chef de cozinha Laurent Suaudeau

“Quem precisa ser pacificada no Rio é a própria polícia”, afirma especialista em favelas

Opinião: Analistas e imprensa europeia têm visão “deformada” do “mito Lula”

“Brasil atual lembra momentos sombrios da história do país”, diz escritor Godofredo de Oliveira Neto

“Incompetência intercultural dificulta relações franco-brasileiras”, alerta linguista francês

Paulo Sérgio Pinheiro critica desprezo de diversos países da ONU com a população síria

“O processo de judicialização do Brasil fez duas vítimas, Lula e Dilma”, diz Luiz Felipe de Alencastro

Julgamento de Lula "tem base mais política do que judiciária", diz historiadora francesa

“Arcaísmo marca representação do negro no cinema”, opina sociólogo da Unicamp