rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
A Semana na Imprensa
rss itunes

Ponto em comum entre Bolsonaro e Lula é a demagogia, diz Le Point

Por Adriana Moysés

O principal editorial da revista francesa Le Point aborda esta semana as eleições presidenciais de 2018 em três países relevantes na América Latina: Venezuela, México e Brasil.

Na avaliação da Le Point, o continente está envolvido em uma luta crucial entre democracia e populismo, um debate que atingiu o mundo anglo-saxão em 2016 – com o referendo favorável à saída do Reino Unido da União Europeia e a eleição de Donald Trump nos Estados Unidos – e a Europa no ano passado. Em 2017, a vitória de Emmanuel Macron sobre Marine Le Pen na presidencial francesa afastou temporariamente o retorno do extremismo nacionalista a um grande país europeu.

"Agora, essa onda de choque populista proveniente do Reino Unido e dos Estados Unidos ameaça a América Latina, que por sinal contribuiu bastante para sua invenção com o peronismo", observa a Le Point.

Seguindo o calendário cronológico das votações, a revista afirma que o caso venezuelano é sem esperança: "o país vai continuar sua descida ao inferno, demonstrando a cada dia que a ditadura é última etapa do socialismo", diz o texto. Apesar da hiperinflação (2.610% em 2017), da fome e da penúria generalizada, o presidente Nicolás Maduro pretende dar um novo fôlego ao chavismo com uma eleição antecipada até 30 de abril, relata a publicação.

Já o México e o Brasil, as duas maiores potências do subcontinente, enfrentam votações decisivas, mas em um clima de incerteza sem precedentes desde o retorno da democracia. O México, "primeiro alvo da guinada nacionalista, protecionista e xenófoba de Trump", irá escolher em 1° julho um novo presidente entre dois candidatos complicados: o ex-ministro das Finanças, José Antonio Meade, apoiado pelo presidente Peña Nieto, mas desgastado por acusações de corrupção, e Andres Manuel Lopez Obrador, de esquerda, favorito nas pesquisas, mas perigosamente comprometido com o nacionalismo e opositor de reformas".

Tensão no Brasil

Segundo a Le Point, o caso do Brasil é ainda mais tenso: o país emerge da pior recessão de sua história desde a década de 1930 em uma situação caótica. A crise social e política ameaça a estabilidade do país, sublinha a revista.

"O desemprego atinge 12% da população economicamente ativa, 25% dos brasileiros sobrevivem com menos de US$ 100 por mês, a violência está fora de controle – 61.619 homicídios em 2017 - e o país ainda enfrenta uma carência crônica de infraesruturas e epidemias de zika e febre amarela.»

Coroando tudo isso, o sistema político tem dirigentes totalmente desacreditados pelos escândalos de corrupção da Petrobras e da Odebrecht. «A revolta dos brasileiros diante da corrupção cria um risco real para a democracia na eleição presidencial de 2018.»

Ao analisar os dois candidatos à frente nas pesquisas – o ex-presidente Lula, "que corre o risco de se tornar inelegível" e "o ex-paraquedista Jair Bolsonaro, apoiado por 15% de eleitores que querem o retorno da ditadura", a Le Point constata que o ponto em comum entre os dois candidatos é a demagogia, a recusa do respeito ao estado de direito e à Constituição de 1988. "Os dois apostam com força no jogo das paixões coletivas", lamenta a Le Point.

Por essas razões, a democracia enfrenta um teste decisivo na América Latina, enfatiza a publicação semanal. "Ou vencerá o campo liberal representado hoje pelo Chile, a Colômbia e a Argentina, ou veremos o retorno do populismo e do culto dos homens fortes, da violência e do caos, a exemplo do que já ocorre na Venezuela", conclui a Le Point.

Com recompensa de US$ 25 mi, líder do grupo EI é o homem mais procurado do mundo

Rival de Merkel consegue se impor como homossexual em partido homofóbico

Qualquer que seja o presidente eleito, será difícil tirar Brasil da crise, diz revista francesa Le Point

Psiquiatras franceses defendem Plano Nacional para tratar distúrbios mentais

Revista revela casos de assédio sexual nos conservatórios musicais da França

Livro mostra como poder econômico compra eleição e enfraquece democracia

Francesa mostra circuito de 200 motéis como atração turística do Rio de Janeiro

Revista L’Obs questiona “o que é ser um homem na era pós #Metoo”

Exposição com fotos inéditas dos bastidores da Nouvelle Vague é destaque na imprensa francesa

“Cães dos poderosos”: animais de estimação de presidentes franceses são capa da revista do Le Monde

Projeto de extração de ouro na Guiana Francesa vira "mina da discórdia"

Filme sobre Edir Macedo ilustra poder dos evangélicos no Brasil, diz Le Monde

Juiz uzbeque que criou confusão no Brasil é recordista de arbitragem na Copa