rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Negro Brasil Discriminação Violência Polícia

Publicado em • Modificado em

Jornal francês se surpreende com vídeo de conselhos para negros no Brasil

media
Soldados do Exército controlam documentos de morador da favela Kelson's, na Penha, no Rio de Janeiro. REUTERS/Pilar Olivares

O jornal gratuito "20 Minutos" publica em seu site, nesta terça-feira (20), o vídeo que viralizou nas redes sociais brasileiras, feito por três jovens negros do Rio de Janeiro, com dicas de como sobreviver à abordagem indevida de policiais e militares. O jornal explica que eles estão preocupados com enganos e eventuais erros do Exército durante a intervenção militar no Rio.


"Triste realidade, em poucas horas, este vídeo com dicas de como sobreviver aos agentes de segurança, sendo negro no Brasil, foi visto por milhares de pessoas no Facebook", escreve a publicação. Alguns dos conselhos de Edu Carvalho, repórter do site Favela da Rocinha, do publicitário e youtuber Spartakus Santiago e de AD Junior, do canal Descolonizando, autores da gravação, recebem destaque.

A fala contundente de Edu Carvalho resume a gravidade da discriminação contra negros no Brasil.

"Infelizmente, nós, negros, somos sempre alvo de abusos e represálias; então, se você é negro, preste atenção no que a gente vai falar. Infelizmente, à noite, a partir do olhar do outro, você é não somente negro, mas é bandido e apresenta perigo. Então, evite sair de casa em altas horas."

Dentre os conselhos, um dos que mais chamou a atenção da publicação francesa foi a recomendação para os negros brasileiros darem preferência "aos guarda-chuvas pequenos e dobráveis, porque os grandes podem ser confundidos com armas".

Segundo "20 Minutos", "um quarto dos cariocas vivem amontoados nas favelas, que se tornaram zonas de exceção, sem direitos, controladas por traficantes de drogas fortemente armados, onde a polícia, com frequência, não ousa mais entrar". O jornal explica que "os policiais cariocas são acusados regularmente de brutalidade e abuso de poder, mas eles também são vítimas de tiros mortais", conclui.

Juninho ameaçado de morte

O jornal esportivo L'Equipe evoca as ameaças de morte contra Juninho Pernambucano, ex-jogador do Lyon, hoje comentarista da Globo.

L'Equipe conta que torcedores do Flamengo que não gostaram das críticas que Juninho fez a Vinícius Júnior, pela forma como ele comemorou um gol contra o Botafogo, foram alvo de tuítes injuriosos e ameaçadores. O jornal publica inclusive o tuíte repleto de insultos e palavrões que contém a ameaça de morte. A violência do discurso pelo jeito surpreendeu o jornal L'Equipe.