rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Países de língua portuguesa preparam Encontro Mundial das Câmaras de Comércio no Rio

Por Márcia Bechara

O RFI Convida nesta quinta-feira (1°) George Teixeira, presidente honorário da CE CPLP, a Confederação Empresarial da Comunidade de Países de Língua Portuguesa e presidente da CACB, a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil. De passagem por Paris, ele se prepara junto com outros líderes do setor, o 11° Encontro Mundial de Câmaras do Comércio, que acontecerá no Rio de Janeiro, em junho de 2019.

George Teixeira começou a semana em Bruxelas, na EuroChambers, e continua a agenda de reuniões estratégicas com empresários na capital francesa, onde fica a sede mundial da International Chamber of Commerce (ICC). “A CACB é a entidade mais antiga das Américas. Foi fundada na Bahia há 215 anos, estamos presentes em todo o Brasil com 2,3 mil associações comerciais, na grande maioria dos 5,5 mil municípios brasileiros. Estamos presente nos 27 estados da federação, temos uma participação de mais de 2 milhões de empresas associadas”, conta o empresário.

O evento mundial das câmaras de comércio reúne, segundo Teixeira, 210 países. “Esperamos receber mais de 2 mil empresários de todo o mundo, nesse encontro que acontece a cada dois anos e que vai acontecer pela primeira vez no Brasil”, explica.

“Evidente que o Brasil tem uma indústria muito grande. Temos produtos agrícolas, somos o maior exportador de soja, de grãos, de milho, de carne, tanto de boi quanto de frango, mas também temos indústria automobilística, temos derivados de petróleo, uma indústria calçadista muito grande, mas reconheço que é muito pouco. Os países da África são muito mais voltados para seus produtos agrícolas e primários. O trabalho que a CPLP está fazendo é que nós possamos ter novas tecnologias, produtos com mais valor agregado, para que os industriais, empresários e a população se beneficiem disso”, analisa.

Um dos papeis fundamentais da CE CPLP e da CACB é justamente criar um ambiente seguro para que empresários possam investir. “Temos incentivado os micro, pequenos e médios empresários para que possam ter capitais de risco com juros mais baratos, às vezes até subsidiado, com um fundo de aval, onde os empresários podem dispor destes recursos para que haja desenvolvimento”, conclui Teixeira.

Para ver a entrevista completa, basta clicar no vídeo abaixo:

Artista Zeh Palito tem exposição adiada por causa dos “coletes amarelos”

“Favela é o maior resumo do Brasil”, afirma ativista do Complexo do Alemão

“Caso Coaf prova que Bolsonaro nunca foi ‘outsider’”, afirma Manuela D’Ávila em Roma

“PT não promoveu alfabetização política no Brasil”, diz Frei Betto

Cineasta Marcelo Novais lança em Paris um “diário íntimo de uma geração”

Incêndios e barricadas substituíram greves como forma de protesto na França, diz especialista

Representante dos delegados da Polícia Federal diz ser contra banalização das armas no Brasil

Lia Rodrigues volta à Paris com “Fúria”, coreografia com moradores da favela da Maré

Militares nomeados por Bolsonaro são mais moderados do que ministros, diz Leonardo Sakamoto

“Comunidade internacional espera responsabilidade ambiental do Brasil”, diz especialista

“Muita gente procurava uma confeitaria menos doce”, diz chef francês radicado em Brasília

Paris recebe Bazar de Natal com artesanato de mulheres de favelas cariocas

Fotógrafo brasileiro lembra 30 anos da morte de Chico Mendes com exposição em Paris

Músicos Francis e Olivia Hime homenageiam Vinicius de Moraes na França

“Ser estrangeiro me fez escritor”, diz Natan Barreto, que lança livro de poesias em Paris

“Discurso de Bolsonaro legitima ‘direito de matar’”, afirma professora da Universidade de Brasília