rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Mistérios da Chapada Diamantina são tema de livro de Christiane de Murville

Por Elcio Ramalho

A escritora paulista Christiane de Murville participou de encontro literário em Paris, na Associação Alter Brasilis, onde falou da trilogia “A Caverna Cristalina”, já traduzida para o francês. Ela também vai estar no Salão do Livro de Genebra, na Suíça.

“A Caverna Cristalina” se passa na Chapada Diamantina, na Bahia. “Um lugar absolutamente maravilhoso e lindo, vale a pena conhecer”, incentiva Christiane. “Durante algum tempo, o local passou pelo apogeu da mineração, atraindo muitas pessoas, a cidade chegou a ter dez mil habitantes, com casinos, cabarés, escravos”, conta. “Hoje são apenas 400 e vivem principalmente do turismo”, acrescenta.

A trama da trilogia gira em torno das aventuras de um grupo de pesquisadores que vai até a Chapada Diamantina e lá eles encontram uma caverna com cristais. “Lá acontecem fenômenos muito diferentes, por assim dizer, e eles são transportados no tempo. Nessas idas e vindas, eles visitam diferentes realidades”, explica Christiane. “No desenrolar, vou retomando a história da Chapada, que é real, apesar do livro ser uma ficção”.

Lendas

Ela explica que a Chapada Diamantina também é rica em lendas. “Acredita-se que existam portais se formando na Chapada e passagens secretas para outros mundos, ou para o interior da Terra, ou seja, um cristal translúcido ou um poço de águas claras que leva para os tempos incas, uma Macchu Picchu baiana”, relata.

Christiane também apresenta um outro livro, “A vida como ela é”, sobre dois vizinhos que se encontram no elevador, que são amigos, apesar das visões de mundo muito diferentes. “O final não posso contar”, diz a autora, fazendo suspense.

O próximo romance de Christiane de Murville, “Até Quando?”, vai ser lançado no Brasil em maio.

 

Conferência Internacional [SSEX BBOX] em Paris tem Jean Wyllys e Lea T na programação

Ao canonizar irmã Dulce, papa Francisco promove humanismo, diz biógrafo da religiosa brasileira

Brasil vendia imagem de país cordial, mas sempre foi autoritário, diz Lilia Schwarcz

"Descoberta mudou a física e a astronomia”, diz cientista brasileiro que pesquisou com novo Nobel

“Sucesso do cinema brasileiro não é acidente, foi plantado há vários anos”, diz Karim Ainouz

Da janela de um arranha-céu de Porto Alegre, Rodrigo John filma a “virada histórica” do Brasil de 2013 a 2018

“Desmonte da cultura é um verdadeiro pesadelo no Brasil” diz Julio Bressane, homenageado no Festival de Biarritz

“Surto de desmatamento na Amazônia se explica pela chegada do governo Bolsonaro”, diz cientista do INPA

Documentário sobre greve de caminhoneiros no Brasil é exibido em Paris

"Jacques Chirac vai ser lembrado como um bon vivant", diz escritor Gilles Lapouge

Violência no Brasil é fruto do aparato repressivo herdado da ditadura, diz filósofo Edson Teles

Festival 'Brésil en Mouvements' celebra 15 anos com 11 filmes inéditos e participação da família de Marielle Franco

Pesquisadores formam rede para divulgar acervos estrangeiros sobre cultura brasileira

"João Gilberto sintetizou o samba", diz Bernardo Lobo ao homenagear compositor em Paris

Em Paris, soprano brasileira Camila Titinger canta na ópera Don Giovanni

Artista plástico Oscar Oiwa expõe em Paris obras de três cidades ligadas pelas Olimpíadas

Revista Vesta discute os desafios das adoções que “não dão certo”