rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Festival Cachoeira Doc traz a Paris filmes que mostram diversidade do Brasil

Por Patricia Moribe

O festival Brésil en Mouvements, que começa nesta quarta-feira (19), em Paris, deu carta branca a Amaranta Cesar, criadora do festival Cachoeira Doc. Também cineasta e professora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), ela fala nesta entrevista de alguns filmes que pincelam a diversidade cultural do Brasil.

Criado em 2010, o festival Cachoeira Doc segue a linha de descentralização da educação e da criação de polos de educação e de construção de pensamento nas cidades do interior do Brasil, que norteou o estabelecimento de novas universidades pelo país, incluindo a UFRB.

“O Cachoeira Doc segue essa filosofia, essa política de tentar mudar as rotas habituais do cinema brasileiro e criar ali em Cachoeira, que é periferia da periferia, um espaço de pensamento dos filmes. Não só para que a gente tivesse acesso ao cinema que circula nos grandes centros”, diz.

“Mas também que, a partir daquele lugar, que tem uma história particular, sendo uma cidade marcada pela escravidão, pela trajetória colonial, e que hoje se reergue, muito em função da universidade; que, a partir desse lugar, a gente pudesse também contribuir para colocar questões para o cinema feito no Brasil, para provocar e instigar novas formas da divisão dos recursos, dos imaginários”, acrescenta Amaranta.

Mas com a descontinuidade das políticas públicas, a edição de 2018 acabou sendo cancelada por falta de recursos, lamenta a pesquisadora.

Diversidade

Em Paris, ela trouxe uma série de curtas e média-metragens, como “Travessia”, de quatro minutos, feito pela baiana afrodescendente Safira Moreira, sobre a ausência de fotografias nas famílias negras no século passado. Outro destaque vai para “Ava Marangatu”, realizado por um coletivo Kaiowá-Guarani, sobre uma caçada de crianças que não deu certo, refletindo a perda do território e a relação dos indígenas com os animais e a natureza.

Como cineasta, Amaranta César tem um filme recente, “Maré”, filmado na comunidade quilombola do distrito de Cachoeira. “É sobre a resistência das mulheres, que vivem em estreita relação com a natureza e o mangue, sob a intensa influência das forças míticas afro-brasileiras. Elas estão tão próximas geograficamente, mas muito distantes ao mesmo tempo, e podem nos ensinar muito”, afirma Amaranta.

O festival Brésil en Mouvements acontece até 23 de setembro de 2018.

“Uso da religião está sendo deturpado nas eleições", diz médium Divaldo Franco

“Minha música é um engajamento pela liberdade”, diz gaúcho radicado na França

“Apenas distanciamento histórico vai explicar o que deu errado no Brasil”, diz cineasta Filipe Galvon

"Brasileiros querem coisas novas, mesmo que elas piorem para depois melhorar", diz Luiz Olavo Baptista

Jussara Korngold: "Brasileiros contribuiram para entrada do espiritismo nos EUA"

Documentário sobre ocupação do prédio do IBGE durante Rio 2016 é lançado na França

“Brasil virou um território da burrice”, diz escritor Bernardo Carvalho

“Há uma crença de que um regime mais militarizado colocaria ordem no Brasil”, diz historiadora da USP

Campanha da extrema direita mergulha Brasil em momento regressivo, diz especialista em segurança

"Faremos políticas públicas de alto impacto e baixo custo", diz cocandidata da Bancada Ativista de SP

Bolsonaro é produto de "avacalhação" da democracia brasileira, diz analista

Tudo o que você precisa saber para votar nas eleições brasileiras de 2018 em Paris

“Eu quis mostrar o ciclo criminoso que persiste no sertão brasileiro”, diz cineasta Eduardo Morotó em Biarritz

“Era inimaginável ver alguém defendendo a volta da ditadura, como hoje no Brasil”, diz a cineasta Flávia Castro

“Bolsonaro representa a banda podre do Brasil”, diz cartunista Adão Iturrusgarai

Bela Gil em festival Slow Food na Itália: “É importante conhecer quem produz o alimento”

Sabores do Brasil recebe “30% de brasileiros saudosos e 70% de franceses curiosos” em Paris