rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Fotógrafo curitibano expõe em Paris obras inspiradas na espiritualidade

Por Elcio Ramalho

Luiz Todeschi começou a fotografar por curiosidade aos 14 anos, mas foi na idade adulta que fez a opção de investir na profissão. Há cinco anos diz ter descoberto sua verdadeira vocação: unir arte e espiritualidade em seu trabalho, que tem como foco principal a luz.

“Na minha caminhada como fotógrafo, busco honrar a luz em todas as suas manifestações, observando cores e energia em situações que ficam ocultas aos olhos comuns”, explica.

A obra de Luiz Todeschi integra a exposição “Meu Brasil em Paris”, no Cloître des Billettes, um claustro medieval no centro da capital francesa. Esta exibição faz parte de um projeto de mentoria realizado por Ana Priscilla Marques e Ricardo Esteves, que também é curador da mostra.

No total, trabalhos de nove fotógrafos brasileiros foram expostos e, a partir desta segunda-feira (11), uma nova fase concentrou em três deles, incluindo Todeschi, que trouxe a série “Violeta”, um conjunto de quatro fotos.

“Trabalho a energia espiritual da transmutação, da ‘chama violeta’, ligada à Saint-Germain, um dos mestres da Fraternidade Branca”, explica, em referência ao movimento espiritual.

A “chama violeta”, de acordo com a visão gnóstica e esotérica, foi um dos maiores dons de Deus para a Humanidade. Segundo Todeschi, essa luz se manifestou durante a criação fotográfica da série, que retrata os quatro elementos da natureza.

“Ataques contra universidades estimularam criação do Observatório do Conhecimento”, diz professora da UFRJ

“Eu sou uma mistura, então minha música é mestiça”, diz violonista pernambucana Fernanda Primo

“Em tempos de segregação no Brasil, jovens são os mais atacados”, diz professor em Paris

Crise na Igreja Católica brasileira é uma das razões da diminuição de fiéis, explica sociólogo

“Discurso de ódio de Bolsonaro favorece ataques contra imprensa”, diz representante da RSF no Brasil

“Torre das Donzelas é um convite à resistência”, diz cineasta que reviveu presídio feminino durante a ditadura

“Acredito na resiliência do setor cultural”, diz assessor da Ancine sobre riscos para fomento

“Não queremos reviver luta armada”, diz diretora de documentário sobre ex-guerrilheiro

“Somos massacrados pela música comercial da pior qualidade”, diz trombonista Raul de Souza

Brasil rejeita presença africana desde século 19, diz Beatriz Mamigonian, especialista em escravidão moderna

“Bolsonaro é uma ameaça aos indígenas do Brasil”, diz cacique Tanoné em visita à França

Professor da Unicamp apresenta em Paris dispositivo alternativo para imersão sonora

Atualidade política inspira 21ª edição do Festival de Cinema Brasileiro de Paris

“Eu nunca me aquietei artisticamente”, diz cantora Flávia Bittencourt em turnê pela Europa

Escritora italiana Lisa Ginzburg lança livro de amor e tragédia no Brasil dos orixás

Filme sobre destruição de marco zero do Rio traz triste paralelo com atualidade

DJ Marcelinho da Lua lança álbum “Insolente” e diz: “Mundo atual está precisando de provocação”

Arte “ecológica” de Manfredo de Souzanetto volta a ser exposta na Europa