rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Paris Pelé Saúde

Publicado em • Modificado em

Pelé diz se sentir "muito melhor", mas não tem previsão de sair do hospital

media
Pelé passou mal edpois do evento no qual participou com o jogador francês Kylian Mbappé, em Paris, em 2 de abril de 2019. REUTERS/Christian Hartmann

Por meio de uma rede social, o ex-jogador Pelé tranquilizou seus fãs ao dizer que está se sentindo bem melhor com os efeitos de antibióticos e brincou que está "pronto" para voltar a jogar. No entanto, não informou quando deixará o hospital onde está internado na periferia de Paris para tratar de uma infeção urinária.


"Muito obrigado por todo o amor! Os antibióticos estão fazendo efeito e os exames estão todos ☑. Eu estou me sentindo muito melhor e acho que estou pronto para jogar de novo!", escreveu o Rei na sua conta oficial do Twitter.

Pelé, de 78 anos, passou mal depois de um jantar com o jovem prodígio francês Kylian Mbappé na noite de terça-feira (2), quando participaram juntos de um evento comercial promovido por uma marca de relógio.

Seu assessor pessoal informou à RFI que Pelé teve febre, sentiu-se mal e foi levado ao hospital onde está internado desde quarta-feira para tratar de uma infecção urinária.

O Hospital Americano, que fica na cidade de Neuilly-sur-Seine, na região oeste de Paris, não fornece nenhum tipo de informação sobre o caso.

Nos dois primeiros dias de internação, as informações divulgadas pelo seu assessor pessoal garantiam que Pelé se sentia bem, estava reagindo bem ao tratamento contra a infecção. Diante de seu quadro de saúde, ele teve que cancelar sua viagem aos Estados Unidos, onde tinha compromissos agendados.

Nesta sexta-feira, a atualização de seu estado foi feito no final da tarde (pelo horário de Paris) com a publicação da mensagem na sua rede social, primeiro em inglês e depois em português.

Preocupação

O estado de saúde de Edson Arantes do Nascimento, único jogador a ganhar três vezes a Copa do Mundo de futebol (1958,1962 e 1970), tem gerado muita preocupação nos últimos anos.

Em novembro de 2014, ele passou por um tratamento intensivo após uma grave infecção urinária.

Nas Olimpíadas de 2016, Pelé não conseguiu acender a tocha olímpica no Rio de Janeiro. No sorteio da Copa do Mundo de 2018, ele esteve presente em cadeira de rodas, com dor no quadril.

O encontro com Mbappé estava previsto no final do ano passado mas teve que ser cancelado devido às condições física do Rei.