rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Sonda Rosetta União Europeia

Publicado em • Modificado em

Sonda europeia Rosetta realiza pouso inédito em cometa

media
Após dez anos de espera, a Sonda Rosetta pousa nesta quarta-feira (12) no cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko. wikipédia

A sonda espacial europeia Rosetta, lançada há dez anos, enviou na manhã desta quarta-feira (12) um pequeno robô, batizado de Philae, que deve pousar, pouco depois das 17h, pelo horário francês, no cometa 67P/Tchourioumov-Guerassimenko, situado a 500 milhões de quilômetros da terra. O aparelho deverá realizar uma série de experiências destinadas a entender a formação do sistema solar, de acordo com a Agência Espacial Europeia.


A missão é completamente europeia e não conta com a ajuda dos russos e dos americanos. Esta será a primeira vez na história que um robô construído pelo homem tentará pousar no cometa. Em uma primeira fase, Philae examinará seu campo magnético, poeira espacial, partículas e gases que envolvem o astro. A missão deverá durar dois dias, dependendo da autonomia da bateria. Essa análise poderá ajudar a desvendar os segredos da origem da vida na Terra.

"A missão Rosetta já é um sucesso, mas é preciso que Philae aterrisse", declarou nesta quarta-feira o diretor-geral da Agência Espacial Europeia, Jean-Jacques Dordain, poucos minutos depois do anúncio da separação da sonda. "O robô está seguindo uma trajetória puramente balística e a gravitação do cometa é fraca", declarou.

A sonda europeia Rosetta foi lançada em 2004 e percorreu quase 7 bilhões de quilômetros até conseguir entrar na órbita do pequeno cometa 67P, que era seu objetivo. A manobra é incerta e tem apenas 50% de chances de dar certo, porque o robô pode, por exemplo, se desintegrar.

A missão continuará mesmo se Philae não funcionar. Rossetta continuará seguindo o cometa na sua órbita em direção ao sol pelo menos por mais um ano e continuar enviando dados à agência espacial europeia. Os dados demoram 28 minutos para chegar a Terra. O custo do projeto é € 1,4 bilhão e envolve 500 cientistas europeus, sendo 150 franceses. Rosetta pesa três toneladas, com o robo Philae, tem 32 metros de largura, leva 11 instrumentos cientificos e voa numa velocidade de quase 66 mil quilômetros por hora, em relação ao sol.