rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Cérebro e intestino são mais ligados do que a gente imagina

Por Silvano Mendes

Nem sempre conhecida do grande público, a importância da comunicação entre cérebro e intestino é tema de estudos do mundo todo. O prestigioso Instituto Pasteur, em Paris, possui um grupo de pesquisadores que é uma das referências no assunto. A bióloga brasileira Ilana Gabanyi faz parte da equipe.

O intestino é o órgão do nosso corpo que mais tem neurônios, perdendo apenas para o cérebro. Ele também é uma das partes do organismo humano que mais produz serotonina, molécula que regula, entre outras coisas, a sensação de bem-estar do organismo. Além disso, vários estudos já relacionaram distúrbios neuropsiquiátricos a problemas da flora intestinal.

“Sempre se soube dessa relação entre o cérebro e o intestino, mas às vezes o tema era tratado como uma anedota”, comenta Ilana Gabanyi, uma das especialistas no assunto. “Agora já se sabe que realmente há uma ligação, mas não se sabe exatamente como ela ocorre”, conta a bióloga. “Queremos saber porque quando estamos estressados podemos ter, por exemplo, uma dor de barriga, ou porque, quando temos uma infecção intestinal, podemos ter uma dor de cabeça ou algum outro sintoma”, explica.

Graduada na Universidade de São Paulo e doutora pela Rockefeller University de Nova York, Ilana foi convidada para fazer seu pós-doutorado no Instituto Pasteur, em Paris. “Quando terminei meu doutorado, meu orientador me disse que se eu voltasse para o Brasil, seria muito difícil continuar a pesquisa no nível que estava”, comenta. “Mesmo se no Brasil existem grupos interessados em estudar o tema, com gente muito competente, infelizmente o financiamento brasileiro está bastante dificultado”, pondera a pesquisadora, que continua na França por tempo indeterminado.

Monólogo de ator brasileiro em Avignon resgata canções desconhecidas de Pasolini, entre erotismo e engajamento

Ricupero: Bolsonaro nomear filho embaixador nos EUA “é chocante e sem precedentes”

Rodrigo Ferreira: dos templos evangélicos no Brasil à cena lírica internacional

“O combate à corrupção no Brasil é uma mentira”, diz sociólogo Jessé Souza

Christiane Jatahy em Avignon: “Há no Brasil um pensamento ditatorial para calar a diferença”

“ONU está em alerta para acolher defensores de direitos humanos do Brasil”, diz deputada Renata Souza

“Lutamos tanto para conquistar um pouco de direitos humanos e a gente vai retirar isso?” questiona Marcelo D2 em entrevista em Paris

Acordo UE e Mercosul não é motivo para ufanismo em queda de preços, diz ex-embaixador Graça Lima

Tecnologias do semiárido brasileiro podem ajudar a alimentar imigrantes venezuelanos na Colômbia

"Governo de divisão social, oposto dos anteriores", diz autor de livro sobre Bolsonaro

Advogada do Consulado em Los Angeles analisa situação de brasileiros sem documentos nos EUA

"O ator precisa ter cartas na manga", diz Letícia Spiller sobre carreira de cantora

Brasil não é um dos países que mais usa agrotóxicos, isso é “balela”, diz ministra Tereza Cristina

“Bolsonarismo é uma articulação de radicalismo liberal com autoritarismo social”, diz professor da UERJ

Intolerância a valores progressistas pode impactar na publicidade, diz pesquisadora

Entre identidade e melodia, sambas-enredo "recuperam identidade brasileira", diz intérprete Ana Guanabara

"Camocim", documentário de Quentin Delaroche, recupera juventude idealista do interior de Pernambuco, no caos do esvaziamento ideológico do Brasil