rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

China Estados Unidos 5G

Publicado em • Modificado em

Huawei lança seu primeiro telefone 5G em meio à crise com os EUA

media
Huawei anunciou nesta sexta-feira o lançamento de seu novo aparelho 5G (Foto ilustrativa). REUTERS/Arnd Wiegmann

Previsto para o primeiro trimestre de 2019, mas adiado por causa dos conflitos entre a Huawei e os Estados Unidos, o primeiro telefone 5G da marca chinesa finalmente foi lançado. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (26).


Angélique Foget, correspondente da RFI em Xangai

Esta sexta-feira foi um dia especial para a Huawei, que apresentou durante uma entrevista coletiva seu novo Mate 20 X 5G em Shenzhen, no sul da China, onde fica a sede da marca. O jornal do partido comunista, o Global Times, foi quem anunciou a novidade.

O diário chinês já havia publicado, há uma semana, uma matéria dizendo que o lançamento desse telefone “indicava que a empresa estava na vanguarda da comercialização da 5G apesar dos ataques incessantes dos Estados Unidos".

Nas redes sociais, os internautas se mostravam impacientes. “É incrível, tenho dificuldades em acreditar, estou muito orgulhoso”, pode-se ler em um comentário. Disponível no Reino Unido já nesta sexta-feira, o novo modelo poderá ser encontrado nas lojas Huawei chinesas a partir de agosto.

Mas a Huawei não deve parar por aí. No fim do próximo mês, a marca deve anunciar seu segundo telefone 5G.

Coreia do Sul foi primeiro país a comercializar a 5G

A Coreia do Sul foi o primeiro país do mundo a comercializar a 5G, em maio de 2019. No centro de Seul, a operadora KT instalou um stand para apresentar exemplos de uso da nova rede.

Trata-se de um serviço de “realidade virtual social”, explicou à época a porta-voz da empresa, Irene Kim. “Ele possibilita a nossos clientes a criação de um espaço onde podem se encontrar virtualmente com seus amigos, para assistir filmes, ou jogos de beisebol, sem sair de casa. Para tudo isso funcionar, a rede deve ser bastante rápida.

Carros autônomos, dados sobre a saúde ou cidades inteligentes. A nova geração da internet móvel deverá permitir, no futuro, conectar tudo e todos - um desafio para operadoras, empresas e governos que pode gerar uma guerra comercial.

A rede será disponibilizada pela KT, SK Telecom e LG UPlus. A nova tecnologia é 20 vezes mais rápida do que a 4G, o que possibilitará baixar um filme inteiro em menos de um segundo.