rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Agenda Europa
rss itunes

Berlim expõe obras que sobreviveram a Hitler

Por Patricia Moribe

Há menos de um ano, escavações do metrô de Berlim trouxeram à tona o que se pensava ser peças da antiguidade, mas logo os especialistas descobriram um outro tesouro. Eram peças classificadas como “degeneradas” pelo nazismo. Essas onze esculturas estavam desaparecidas há décadas e agora ganham nova vida no Neues Museum, da capital alemã. A paranoia de Hitler era tão grande que os nazistas fizeram uma blitz em museus e coleções privadas, confiscando o que consideravam imoral, subversivo e monstruoso. O poderoso ministro da propaganda Joseph Goebels chegou a selecionar obras assinadas por Picasso, de Chirico, Braque, Matisse, Chagal, Kandinsky, Munch, entre muitos outros para uma mostra gigantesca, em 1937, que entrou para a história. O objetivo era comparar a beleza da arte ariana com o grotesco do modernismo.
A mostra Mondrian/De Stijl, no Centro Georges Pompidou, de Paris, também é destaque do programa. Tem ainda o inglês Peter Brooks, 84 anos, que se despede do Teatro Bouffes du Nord com uma visão muito pessoal da ópera “A Flauta Encantada”, de Mozart.
 

Loteria e sites de aposta lucram na França às vésperas da final da Copa do Mundo

Autolib': Paris abandona locação de carros elétricos e adota patinetes

França tem Copa sem telões, com presidente torcedor e música para Depardieu nas arquibancadas

França vai diminuir construção de prédios adaptados para pessoas com deficiência

Programa da prefeitura de Paris consegue reduzir desperdício de alimentos

França pune pedófilos que armazenam imagens de pornografia infantil com prisão e multa

Migrantes morrem afogados em canal de Paris e relançam debate sobre crise dos refugiados

Carências no sistema de moradia popular também provocam mortes na França

Paris inaugura primeiro centro de arte digital com exposição de pintores austríacos

Greves na França levantam debate sobre privatização do sistema ferroviário europeu

Imprensa europeia dá crédito a Lula pelas conquistas sociais que promoveu no Brasil

Macron vai na contramão da Europa com escola obrigatória a partir dos 3 anos de idade