rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Drogas Música

Publicado em • Modificado em

Canções inéditas somem da casa de Amy Winehouse

media
Canções inéditas somem da casa de Amy Winehouse.

Objetos pessoais sumiram da casa de Amy Winehouse, dias após a morte da artista, no mês passado. A informação foi dada pelo jornal sensacionalista The Sun. No Rio de Janeiro, a imagem da cantora e compositora foi usada por traficantes para estimular a venda de cocaína.


O Sun, sem dar informações oficiais, cita fontes ligadas a Amy, mencionando que o pai da artista estaria furioso com a descoberta dos furtos. Mitch Winehouse acreditaria que alguém com acesso à residência de Amy, em Londres, teria roubado cópias de canções inéditas, livros, cartas e o violão preferido da cantora. Cerca de 20 pessoas, entre familiares, amigos, seguranças e polícia, entraram a casa da artista após sua morte.

Amy foi encontrada morta, em sua cama, no dia 23 de julho, aos 27 anos. Um aguardado dueto com o veterano crooner americano Tony Bennett vai ser lançado dia 20 de setembro. Os lucros serão revertidos à Fundação Amy Winehouse.

Papelotes

A imprensa internacional destacou o uso da imagem de Amy Winehouse em papelotes de cocaína vendidos numa favela da zona norte do Rio de Janeiro. A descoberta foi feita após uma batida policial. Também foram descobertos doses de maconha e crack, algumas usando fotos do ex-chefe da rede Al Qaida, Osama Bin Laden.