rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Cultura
rss itunes

Trajetória de glamour e tragédia é tema de mostra sobre Romy Schneider

Por Patricia Moribe

Sua vida poderia ser um filme. Nascida na Áustria anexada pelo nazismo, dona de uma beleza estonteante, Romy Schneider entrou na nobreza austriaca através de Sissi, a imperatriz e virou um dos grandes nomes do cinema francês. Ela viveu uma grande história de amor com outro mito, o jovem Alain Delon. Um conto de fadas, se não fossem as cores dramáticas de um percurso cheio de curvas e tragédias, que terminou com sua morte em Paris, em 1982, aos 43 anos. Romy Scheider é tema de uma bela exposição de fotos, documentos e objetos pessoais em Boulogne-Billancourt, a oeste de Paris.

 

Artista mais caro do mundo, Basquiat é destaque de mega retrospectiva em Paris

Festival de Outono de Paris traz grandes nomes da cena contemporânea em 70 espetáculos

Cidade Fértil: Paris ganha gigantesco espaço cultural, alternativo e futurista

Hospital desativado em Paris vira ocupação artística e ecológica temporária

Messias brasileiro INRI Cristo é destaque em exposição de fotos em Arles, no sul da França

Antes de fechar as portas, Maison Rouge de Paris traz exposição sobre sonho de voar

Confira dez dicas de exposições especiais para um verão cultural na Europa

Brasil está no páreo pelos prêmios principais do Festival de Animação de Annecy

Casa da Moeda de Paris traz primeira retrospectiva do indiano Subodh Gupta na França

Filme holandês de 1971 desbrava Brasil profundo com Jofre Soares e Ana Maria Miranda