rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Agenda Europa
rss itunes

Desemprego é tema de comédia musical na Itália

Por Kênya Zanatta

O desemprego, que em cinco anos passou de 7% para 11%, é a principal preocupação dos italianos, em plena campanha para as eleições legislativas marcadas para o final de fevereiro. Discutido nos jornais, programas de televisão, fábricas, bares e ônibus do país, o tema chega agora aos palcos, graças à versão italiana de "The Full Monty", remake do filme britânico de 1997 que ganhou no Brasil o título "Ou Tudo ou Nada".

A história do grupo de desempregados que monta um show de strip-tease já tinha virado uma comédia musical da Broadway no ano 2000. A intriga foi adaptada à realidade italiana e se passa agora em Turim, cidade operária por excelência, segundo o diretor Massimo Piparo. A sua busca pelo realismo foi ainda mais longe: o elenco conta com dois desempregados, um marceneiro e um operário, que emprestam ao espetáculo suas experiências e emoções.

O programa desta semana também fala da primeira grande exposição na Europa dedicada à obra do artista chinês Yue Minjun e de uma mostra multidisciplinar em Genebra sobre o tema da alimentação. 

Loteria e sites de aposta lucram na França às vésperas da final da Copa do Mundo

Autolib': Paris abandona locação de carros elétricos e adota patinetes

França tem Copa sem telões, com presidente torcedor e música para Depardieu nas arquibancadas

França vai diminuir construção de prédios adaptados para pessoas com deficiência

Programa da prefeitura de Paris consegue reduzir desperdício de alimentos

França pune pedófilos que armazenam imagens de pornografia infantil com prisão e multa

Migrantes morrem afogados em canal de Paris e relançam debate sobre crise dos refugiados

Carências no sistema de moradia popular também provocam mortes na França

Paris inaugura primeiro centro de arte digital com exposição de pintores austríacos

Greves na França levantam debate sobre privatização do sistema ferroviário europeu

Imprensa europeia dá crédito a Lula pelas conquistas sociais que promoveu no Brasil

Macron vai na contramão da Europa com escola obrigatória a partir dos 3 anos de idade