rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Paris Frank Gehry Arquitetura Centro Georges Pompidou Beaubourg Fundação Louis Vuitton

Publicado em • Modificado em

Fundação Louis Vuitton, projetada por Frank Gehry, é inaugurada em Paris

media
Colunas e espelhos do artista Olafur Eliasson. © 2010 Olafur Eliasson © Iwan Baan

A inauguração da Fundação Louis Vuitton, nesta segunda-feira (20), é o grande destaque cultural da semana. A assinatura é do arquiteto canadense Frank Gehry e o projeto levou 12 anos para ser concretizado. Fincado em área verde do Bois de Boulogne, oeste de Paris, o espaço vai abrigar a coleção de arte contemporânea do grupo LVMH.


Frank Gehry é famoso por suas estruturas futurísticas, de invólucros metálicos e transparentes. A Fundação Louis Vuitton segue essa fórmula, com uma espécie de grande barco com doze velas ou asas, transpostas e cruzadas, todas em vidro e metal. “O prédio não parece terminado, isso estimula as pessoas a interagir com ele”, declarou Gehry, 85 anos. “Eu olho para ele e já vejo coisas que quero mudar”, acrescentou.

Thomas Schutte, "Mann im Matsch". © ADAGP © Fondation Louis Vuitton Marc Domage

Entre as atrações da inauguração, que teve a presença do presidente francês, François Hollande, estão uma escultura gigante de Thomas Schütte, uma vídeo-instalação de Christian Boltanski e um caleidoscópio de Olafur Eliasson. Suzanne Pagé, ex-diretora do Museu de Arte Moderna de Paris, foi a responsável pela curadoria da abertura.

 

Constelação

Gehry faz parte da atual constelação da arquitetura internacional, ao lado da iraquiana-britânica Zaha Hadid, do holandês Rem Koolhaas e do francês Jean Nouvel. Ele ficou mundialmente conhecido com o projeto para o museu Guggenheim, de Bilbao, de 1997, que transformou uma zona industrial na Espanha em área de grande atração turística. Outra marca registrada do arquiteto é o Walt Disney Concert Hall, no centro de Los Angeles. Em Paris, Gehry já projetou o prédio da Cinemateca Francesa, e atualmente é tema de uma retrospectiva no Centro Georges Pompidou, o Beaubourg.

O prédio tem 11.700m² de área útil e 4.500m² de área construída, com onze galerias, sendo que quatro são de grandes espaços e uma é a céu aberto. O terreno pertence à prefeitura de Paris, que cede a área durante 55 anos para o grupo LVMH.

Fundação Louis Vuitton © Reuters