rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Paris HQ Quadrinhos

Publicado em • Modificado em

Em Paris, mostra especial traz o mundo de Tintim para crianças

media
Tintim e o cãozinho Milu. Sony Pictures Releasing France

Numa ruela do movimentado centro de Paris se esconde um pequeno museu dedicado às crianças, o Musée en Herbe. O objetivo é tornar uma visita a uma exposição uma experiência lúdica e, ao mesmo tempo, pedagógica. A criança brinca e se diverte enquanto aprende sobre arte. Um bom exemplo é a mostra atualmente em cartaz, “O museu imaginário de Tintim”, célebre personagem do quadrinista belga Hergé.


“Tintim é um personagem que agrada dos 7 aos 77 anos e o  nosso museu é para pessoas de 3 a 103 anos - procuramos trabalhar com todas as gerações, com avós, pais e filhos", conta Ada Leferrere, responsável pela comunicação do museu.

Ela acrescenta: "Hergé era um grande colecionador de arte e, apesar de viajar pouco, ele frequentava muitos leilões e ia muito a museus.O que vemos em seus desenhos são referentes a objetos de verdade. Então temos vários objetos originais emprestados de museus e galerias. Criamos um jogo de pistas para as crianças, que colocam um chapéu como o do personagem se transformam em mini repórter-detetive Tintim. O objetivo é seguir as pistas e encontrar um diamante azul escondido em alguma parte da exposição. A recompensa é um diamante ou uma moeda de ouro.”

No Museu en Herbe, espaço de brincar se confunde com espaço de exposição, com pais, monitores e crianças por todos os cantos. A primeira parte traz desenhos originais de Hergé, seus quadrinhos, sua mesa de trabalho e um filme sobre sua vida.

Relíquias autênticas

Na sala dedicada às aventuras do repórter Tintim, os desenhos ampliados revelam o cuidado que Hergé tinha com a pesquisa e são confrontados com objetos originais, como um cocar indígena norte americano, um “chapéu” de monge tibetano, um chapeuzinho chinês do começo do século passado. Tem até o sarcófago de uma múmia egípcia. As pecas expostas são autênticas, emprestadas de museus como o Louvre, o Guimet, especializado no Oriente, a galeria Flak, dedicada à arte antiga africana, e empréstimo de particulares.

Muitos itens vieram do próprio museu Hergé, em Louvain-la-Neuve, Bélgica, prédio projetado pelo arquiteto francês Christian de Portzamparc. Tudo remete às aventuras do aventureiro repórter Tintim pelo mundo.

Arte lúdica

O Museu en Herbe foi fundado em 1975 no jardim da Aclimatação, mas mudou-se para o centro de Paris em 2008. Outros artistas já foram temas de exposições especiais, como Niki de Saint Phalle, Keith Haring, Matisse, Salvador Dali e outros.

A mostra o “Museu imaginário de Tintim” fica em cartaz até final de novembro no Museu en Herbe, em Paris.

 

Em Paris, museu traz o mundo de Tintim especial para crianças 10/07/2015 Ouvir