rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês

Rock Música Jazz

Publicado em • Modificado em

Santana volta a gravar com antiga banda após 45 anos

media
Carlos Santana, em 2015, em Montreux. Lionel Flusin

Carlos Santana, um dos maiores guitarristas de todos os tempos, reuniu sua antiga banda para lançar o primeiro álbum conjunto em 45 anos. O grupo anunciou que lançará "Santana IV", com 16 canções originais, em 15 de abril.


Este é o primeiro álbum no qual toca a formação original da banda desde 1971, ano de lançamento de "Santana III", que na época liderou os rankings americanos, graças ao rock psicodélico e aos incríveis solos de guitarra de Santana, americano de origem mexicana.

"Santana IV" marcará o retorno de Neal Schon, que estreou em "Santana III" como um adolescente prodígio da guitarra, que em seguida se tornaria famoso como líder do Journey. O álbum também conta com a voz em duas canções de Ronald Isley, vocalista do The Isley Brothers, grupo lendário de R&B.

Santana mostrou fusion rock latino em Woodstock

A primeira faixa, "Anywhere You Want to Go", será lançada em 5 de fevereiro. O grupo original surgiu em San Francisco em plena euforia contracultural do fim dos anos 1960. Nele, Santana combinou elementos latinos ao blues rock.

A banda de 'fusion' rock latino conquistou uma legião de fãs desde 1969, quando Santana tocou no histórico festival de Woodstock para uma multidão que se apaixonou especialmente pelo solo de bateria de Michael Shrieve em "Soul Sacrifice". Shrieve toca em "Santana IV" ao lado do tecladista Gregg Rolie e do percussionista Michael Carabello.

O baixista da formação clássica, David Brown, morreu no ano 2000. O baixo no novo álbum ficará a cargo do holandês Benny Rietveld. O novo disco tampouco inclui José Octavio "Chepito" Áreas, percussionista nicaraguense que tocou com a banda em Woodstock e foi homenageado junto com os demais integrantes da banda original de Santana no Hall da Fama do Rock and Roll em 1998.

A banda foi retomada no fim dos anos 1990 e se mantém ativa com diferentes formações.

Sucesso voltou após quase 30 anos com “Supernatural”

Em 1999, Santana voltou a ser número um em vendas, quebrando um jejum de quase três décadas, com o álbum "Supernatural", que deu um tempero mais pop contemporâneo aos sucessos "Smooth" e "Maria Maria".

O mais recente álbum de Santana, "Corazón", de 2014, inclui "covers" e colaborações com astros como a cantora cubana radicada nos Estados Unidos Gloria Estefan.