rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
Cultura
rss itunes

Arte urbana de Paris e Rio dialogam em exposição

Por Patricia Moribe

“9168: Paris-Rio” é o título de uma exposição que acontece em Créteil, subúrbio a sudeste de Paris até 4 de janeiro de 2017. O número se refere à distância em quilômetros entre a capital francesa e o Rio de Janeiro. A ideia é de um diálogo entre a arte urbana das duas cidades.

A exposição acontece na Maison de Culture de Créteil, Casa da Cultura de Créteil. A esplanada diante do local é dominada por skatistas no final de semana, dando o tom da mostra que acontece no interior.

O curador é o também artista urbano Henry Hang. Apaixonado pelo Brasil, ele conta que a seleção foi feita em suas viagens para o Rio, contactando amigos, visitando comunidades e até descobrindo talentos no metrô, como foi o caso do artista Searc. Outro representante da arte urbana brasileira é Carlos Barbosa de Oliveira, morador da Favela Santa Marta, que começou a desenvolver seu lado artístico a partir de um programa federal, o Economia Solidária.

Artes paralelas

Henry Hang conta que outro objetivo foi de juntar arte contemporânea e o grafite, o street art. “Aqui na França o grafite é bastante valorizado, mas segue uma trajetória paralela à arte contemporânea”, conta. E por isso, ele acrescenta, resolveu promover um diálogo entre as duas disciplinas, com exemplos franceses e brasileiros.

A exposição 9168 traz jovens artistas dos dois países. Entre os franceses, há o abstrato de Madeleine Sins, a deformação e o movimento de imagens urbanas de Adelle Taillefert, e os grafites inspirados por Nova York de Lazoo. Do Brasil, o público francês descobre, além das visões da favela Santa Marta de Barbosa, as fotografias de Douglas Neves, os grafites coloridos de Toz e as intervenções nos muros cariocas de Searc ou Pok.

 

Brasil está no páreo pelos prêmios principais do Festival de Animação de Annecy

Casa da Moeda de Paris traz primeira retrospectiva do indiano Subodh Gupta na França

Filme holandês de 1971 desbrava Brasil profundo com Jofre Soares e Ana Maria Miranda

Coreógrafa francesa Maguy Marin prepara bailarinos da Escola da Maré para espetáculos na França

Tragédia no Mediterrâneo é tema de peça de Christiane Jatahy em Paris

Protestos contra assédio marcam festival independente de música feminina na França

Detentas ganham visibilidade em exposição de fotos em castelo francês

Rock, electro, punk, rap: conheça os artistas que estão fazendo vibrar a cena musical na França

Peça "Apareceu a Margarida", marco contra a ditadura brasileira, faz sucesso há 40 anos na França