rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

"A França sempre esteve de braços abertos para nossa cultura", diz promotora brasileira

Por Márcia Bechara

Há 30 anos agitando a cena cultural e festeira da capital francesa, Fafá Leonardo é uma espécie de MC da noite parisiense. Além de promover talentos brasileiros, latinos e africanos através de sua associação cultural Fafádièse, que funciona com uma agência de artistas, Fafá produz eventos transcultulturais de peso como a antiga lavagem da escadaria da Basílica de Sacre-Coeur em Montmartre e a noite "Tudo Boom" na mítica Chapelle des Lombards. Para ouvir a entrevista, é só clicar na foto acima.

 "O Brasil está sempre de braços abertos para nossa cultura em geral", afirma Fafá Leonardo. "E não só para a música", completa ela. "Nossa cultura é muito rica e muito autêntica poraue tem uma mistura de origens e influências muito grande, e a França é um país que acolhe essa diversidade muito bem", afirma a produtora e promoter, que agencia nomes como Os Mulheres Negras, o grupo baiano Ilê Ayê e a cantora Da Cruz.

"Claro que existem os clichës como samba e futebol, cartões postais do Brasil, mas os franceses são um público muito curioso, por exemplo em relação à música eletrönica brasileira e mesmo a ritmos improváveis, bem roots, que nunca foram muito divulgadas, como a música de Dona Onete, lá de Belém do Pará, estilos musicais que aparecem ou reaparecem e são muito bem acolhidos pelo público francês", conta Fafá.

Entre os novos projetos, a promoter destaca a noite "Tudo Boom", inaugurada há uma semana no celebrado espaço Chapelle des Lombards, espécie de templo da música brasileira, latina e africana em Paris, desde os anos 80. "É uma noite para promover os artistas que estão em meu catálogo, mas não se trata apenas de música brasileira, é festa, é Boom", se diverte a promotora cultural.

Para ouvir a entrevista na íntegra com Fafá Leonardo, você pode clicar na foto acima, ou assitir o vídeo da entrevista abaixo, gravado em nossos estúdios da RFI.

 

Governo ataca liberdade de expressão no Brasil e o povo não se dá conta, diz Leandro Demori, do Intercept

Fotógrafo brasileiro apresenta série sobre os desafios do Cerrado em Paris

Museu Internacional da Mulher será inaugurado em Portugal com curadora brasileira

Comitiva de indígenas brasileiros na Europa reforça campanha contra acordo UE-Mercosul

"Quero viver de arte", diz jovem pintora maranhense que expôs na França

Claudia Jaguaribe lança livros de fotografia sobre mulheres e meio ambiente em Paris

“Atualidade política e social do Brasil me inspirou”, diz Flávia Coelho sobre disco DNA

“Leiam escritores brasileiros vivos!”, pede Fred Di Giacomo, finalista do Prêmio SP de Literatura

Mestre da Arte Óptica, Marcos Marin expõe em Paris obras de Neymar e Santos Dumont

Curador expõe fotógrafos brasileiros da nova coleção da Biblioteca Nacional da França em "Terra Brasilis"

Palcos europeus recebem pela primeira vez a música-poesia de Arthur Nogueira

Revelação do violão brasileiro, João Camarero leva sofisticação do choro a plateias europeias

Do interior do Amazonas a digital influencer premiada em Mônaco: a história de Cacau Sitruk

Duo franco-brasileiro lança disco que mistura “Trem das Onze” e Erik Satie

“Meu trabalho é pela pacificação”, diz pintora brasileira que expõe em Paris

Luiza Brunet diz que “toda mulher é feminista”: “apanhar aos 50 foi gota d’água”

Feira de Frankfurt: “Brasil é o país das impossibilidades”, diz Luiz Ruffato