rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Artista brasileira cria livros com crianças indígenas e quilombolas na Amazônia

Por Elcio Ramalho

A artista visual, educadora e mediadora cultural Marie Ange Bordas é autora do projeto "Tecendo Saberes", que busca valorizar e divulgar as culturas tradicionais brasileiras por meio do olhar das crianças.

Em 2014, ela conviveu com crianças de comunidades quilombolas do Baixo Amazonas (Pará) e do povo indígena Huni Kui do Rio Humaitá (Acre), o que resultou, respectivamente, nos livros “Manual das Crianças do Baixo Amazonas" e "Manual das Crianças Huni Ku".

A artista deu uma palestra no último sábado (10), em Paris, sobre seu trabalho. O evento fez parte da Semana da América Latina e Caribe e foi organizado pelo Centro Cultural do Brasil no Espaço Krajcberg.

“A metodologia do projeto é muito orgânica. A base é a convivência, estar juntos. Não é pular de paraquedas, chegar e depois sair correndo. É de fato ficar”, explica Marie Ange. “Em cada comunidade se fica um certo tempo. No Baixo Amazonas, região do Pará entre os rios Amazonas e Trombetas, trabalho desde 2012. Comecei com outros projetos, prêmios que ganhei do Ministério da Cultura.”

Segundo ela, o objetivo “é falar dessas culturas a partir da identidade cultural que as crianças vivem no dia a dia”. “Identifiquei muito a cultura e o pertencimento à comunidade através da relação delas com a natureza e com o próprio meio. O saber sobre as plantas, os animais, de criar brinquedo. No lugar de viajar, fotografar, voltar e falar, a ideia foi criar esse conteúdo com as crianças.”

Temas sociais

No Baixo Amazonas, ela realizou vários encontros com os professores das comunidades quilombolas, que pediram para que ela pensasse em materiais para as escolas. “Eles me disseram que a sua cultura não estava representada no material didático, que estavam trabalhando no meio da Amazônia com material que vinha de fora”, conta Marie Ange.

Ela ressalta que a situação tem mudado nos últimos anos, “com grandes incentivos a projetos locais”, mas que “ainda há esse déficit”.

Marie Ange iniciou o projeto depois de muitos anos vivendo fora do Brasil. “Eu trabalhei com temas sociais, principalmente na África, com o interesse em envolver as pessoas na criação de projetos comuns. Comecei trabalhando com refugiados durante muito tempo, mas a ideia não era viajar como jornalista e falar dessas realidades. Era oferecer as ferramentas que eu tinha para que essas comunidades falassem delas mesmas.”

Ao voltar ao Brasil, devido à experiência no continente africano, ela foi “envolvida pela questão dos movimentos quilombolas”. “Criei uma rede de contato em comunidades tradicionais brasileiras.” Ela continua a desenvolver o "Tecendo Saberes".

 

Brasil é país que mais cai em relatório sobre competitividade divulgado em Davos

“Europeu gosta de música brasileira com contexto histórico”, diz cantor Mario Bakuna

Decreto de Bolsonaro sobre armas trará mais violência, alerta Instituto Sou da Paz

"Bolsonaro afeta a imagem do Brasil", diz Fernando Henrique Cardoso em Paris

“Bolívia deu uma lição de moral no Brasil ao extraditar Battisti”, diz ex-deputada ítalo-brasileira

“Passamos 80% do nosso tempo negociando”, diz criador de novo método de negociação e gestão de conflito

Brasil será interlocutor dos EUA nas relações com Maduro, aponta pesquisador

Especialista da UFMG sobre política do novo governo: “No Brasil, índio bom é índio morto”

Relações entre Brasil e França vão se deteriorar com política ambiental de Bolsonaro, diz pesquisador

Pianista brasileiro investe no Tango para seu primeiro concerto parisiense

“Com FUNAI já era difícil demarcar terras indígenas, com ruralistas será mais complicado” diz ativista de ONG

Projeto político de Bolsonaro cria desconfiança na Europa, diz historiadora francesa

"Congresso muito fragmentado será obstáculo para governo Bolsonaro", diz professor da UERJ

“Bolsonaro começa mandato pressionado e tem três meses para mostrar a que veio”, diz especialista em economia.

Autora brasileira radicada na França lança livro de memórias de viagens na Amazônia

"Intervenção federal no RJ também foi marcada pela falta de transparência e respostas sobre violações", diz coordenador de Observatório

Direitos Humanos no Brasil: perspectivas para 2019 são preocupantes, diz advogada da OAB

“Postura de Bolsonaro com a imprensa tem inspiração autoritária”, diz Eugênio Bucci

Congresso será a maior dificuldade para aprovar medidas contra a corrupção, diz fundador da ONG Contas Abertas