rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
  • Cuba rejeita propostas de Bolsonaro e anuncia saída de médicos do Brasil
RFI CONVIDA
rss itunes

“Na diáspora, escrever é um exercício diário de volta à nossa cultura”, diz Sônia Palma, autora radicada na Inglaterra

Por Mauricio Assumpção

Em outubro passado, a cidade de João Pessoa, na Paraíba, recebeu o primeiro encontro do Mulherio das Letras, o coletivo de mulheres autoras, editoras e profissionais do mercado editorial brasileiro, que já conta com 5 mil membras. Neste sábado (25), a seção europeia do Mulherio realiza o seu primeiro encontro em Paris, reunindo nove escritoras radicadas na Europa. No estúdio da RFI, recebemos a autora Sônia Palma.

As descobertas de Amana nas matas de Utiariti é o nome da obra infanto-juvenil de Sônia Palma, que mora na Inglaterra há quatro anos.

Publicado em 2014, numa edição bilíngue (português/inglês), o livro surgiu a partir da experiência de trabalho da autora com indígenas do Mato Grosso, quando fazia um mestrado em Educação Ambiental nas aldeias do Parque Indígena do Xingu.

Agora, Sônia milita pela maior visibilidade das autoras brasileiras do Mulherio das Letras na Europa, com mais de 150 membras reunidas na sua página no Facebook. São mulheres que, como ela, enfrentam não só as dificuldades impostas às mulheres que querem escrever, mas também a solidão do exílio.

“Eu não me considero uma escritora. Eu me considero uma mulher, vivendo na diáspora, e que escreve na diáspora. Isso é muito complicado. Eu vivo numa cidade onde não há outros brasileiros. Sou a única brasileira de uma cidade muito pequena. Logo, eu só tenho amigos ingleses com quem conversar. Escrever (em português) é um exercício diário de volta à minha cultura”, explica Sônia.

Clique no box abaixo para assistir à entrevista completa da escritora Sônia Palma.

 

"O problema do brasileiro é se conformar que Bolsonaro está eleito", diz Delfim Netto

Fotógrafa francesa Charlotte Dafol expõe em Paris imagens de ocupações brasileiras

“Atualmente, a França me dá mais perspectivas que o Brasil”, diz cantora Camila Costa que lança CD em Paris

"Trump colocará na conta dos democratas tudo o que não conseguir fazer", diz ex-correspondente do NYT no Brasil

"Governo brasileiro precisa facilitar exportação para pequenos empresários", afirma designer de joias

Grupo franco-brasileiro Bel Air de Forró é finalista em concurso internacional

"Brasil caminha muito mais para o isolamento do que para uma relação integrada com a comunidade internacional," diz cientista político

“A oratória de protesto do rap estava um pouco adormecida”, diz MC Rael, em turnê na Europa

Pintora brasileira radicada na França denuncia desmatamento da Amazônia em telas gigantes

Diretora de teatro de Belo Horizonte divulga festival artístico interdisciplinar em Paris

Bolsonaro representa uma continuidade do que está acontecendo hoje no Brasil, diz historiador americano

“Estamos todos ameaçados”, diz escritor João Paulo Cuenca sobre Bolsonaro

Cordel se adapta à tecnologia e tem até desafio repentista por WhatsApp, diz pesquisadora francesa

"Brasil vive época propícia para arte subversiva", diz autor de livro sobre cena musical psicodélica

Livro sobre Dandara, líder do movimento negro do Quilombo dos Palmares, é lançado na França

“Uso da religião está sendo deturpado nas eleições", diz médium Divaldo Franco

“Minha música é um engajamento pela liberdade”, diz gaúcho radicado na França

“Apenas distanciamento histórico vai explicar o que deu errado no Brasil”, diz cineasta Filipe Galvon

"Brasileiros querem coisas novas, mesmo que elas piorem para depois melhorar", diz Luiz Olavo Baptista