rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Anna Torres abre 2018 com novo CD, "Voilà Paris!"

Por Maria Emilia Alencar

Há 14 anos radicada na França, a intérprete maranhense Anna Torres atuou sempre como uma espécie de embaixatriz da MPB em Paris. Em 2018, ela realiza uma nova experiência artística, lançando nesse mês de janeiro o álbum “Voilà Paris!”, uma coletânea de grandes sucessos da canção francesa, que ficaram conhecidos no mundo inteiro pela voz de Edith Piaf, Jacques Brel, Serge Gainsbourg ou Charles Aznavour.

A ideia desse disco partiu de um show realizado por ela no ano passado no Teatro Arthur Azevedo no centro de São Luis, onde ela interpretou músicas francesas e sentiu a necessidade de homenagear a França, “país que me acolheu e recebeu também a minha música”- diz ela.

Com arranjos bem brasileiros, Anna consegue misturar bossa-nova, samba, funk ou jazz em faixas como “La Vie en Rose” e “Je ne regrette rien”, consagradas por Edith Piaf, ou "La Bohême", famosa pela interpretação de Charles Aznavour.

Anna Torres trilhou diversos caminhos musicais antes do álbum “Voilà Paris!” e efetuou um retorno às suas raízes maranhenses no CD “Terra”, um álbum autoral, independente e totalmente produzido por ela em 2015.

No disco ela homenageava São Luis e sua cidade natal, Lago da Pedra. Um álbum dançante, cuja primeira faixa “Grudou” teve origem num clipe gravado nos Arcos da Lapa, no Rio de Janeiro, com a participação do Neguinho da Beija Flor.

Em 2014, ela lançou na França o álbum 100% brasileiro “Lounge do Brasil” (um trocadilho com “Longe do Brasil”), revisitando os maiores sucessos da MPB como "Águas de março", "Garota de Ipanema", "Mais que nada" ou "Fio Maravilha".

Para o lançamento do seu novo CD, “Voilà Paris!”, Anna Torres fará um show no próximo dia 26 de janeiro no New Morning, em Paris, que já recebeu os maiores nomes da MPB.

Clique no box abaixo para assistir à entrevista completa de Anna Torres.

“PT não promoveu alfabetização política no Brasil”, diz Frei Betto

Cineasta Marcelo Novais lança em Paris um “diário íntimo de uma geração”

Incêndios e barricadas substituíram greves como forma de protesto na França, diz especialista

Representante dos delegados da Polícia Federal diz ser contra banalização das armas no Brasil

Lia Rodrigues volta à Paris com “Fúria”, coreografia com moradores da favela da Maré

Militares nomeados por Bolsonaro são mais moderados do que ministros, diz Leonardo Sakamoto

“Comunidade internacional espera responsabilidade ambiental do Brasil”, diz especialista

“Muita gente procurava uma confeitaria menos doce”, diz chef francês radicado em Brasília

Paris recebe Bazar de Natal com artesanato de mulheres de favelas cariocas

Fotógrafo brasileiro lembra 30 anos da morte de Chico Mendes com exposição em Paris

Músicos Francis e Olivia Hime homenageiam Vinicius de Moraes na França

“Ser estrangeiro me fez escritor”, diz Natan Barreto, que lança livro de poesias em Paris

“Discurso de Bolsonaro legitima ‘direito de matar’”, afirma professora da Universidade de Brasília

Ex-ambulante brasileiro fala para 400 estudantes na Europa: “Seja parte da solução, não do problema”

“Romances em quadrinhos estão em momento especial”, diz ilustradora Luli Penna

“Sociedade civil é quem vai mudar o Brasil”, diz empresária Luiza Trajano em Paris

“É preciso regulação para que investigações sobre fake news não demorem anos”, diz especialista