rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Cantor Dienis quer conquistar a América Latina

Por Stephan Rozenbaum

O cantor e compositor brasileiro Dienis, nascido no Rio de Janeiro, esteve em Paris para conhecer os escritórios da gravadora Warner com quem tem contrato. Ele conversou com a RFI sobre a carreira, dos primeiros passos na igreja onde o pai era pastor até os sucessos emplacados nas novelas brasileiras.

Dienis começou a carreira musical aos 9 anos, interpretando canções de estilo gospel nas reuniões de uma igreja onde seu pai era pastor. “Cantar na igreja foi uma escola pra mim. Aprendi todos os estilos”, declarou Dienis. “Igreja não tem essa coisa de ‘carinha bonitinha’, ou você sabe cantar, ou não”, completou.

Aos 18, decidiu seguir seu instinto e passou a trabalhar a composição de seus temas utilizando outro estilo, que ele definiu como “Samba POP”. “Fui para São Paulo para fazer meu primeiro álbum independente. Esse álbum me levou às rádios do Brasil. Depois, comecei a fazer shows com artistas já conhecidos e fui convidado para o programa de televisão musical do apresentador Raul Gil”, contou Dienis. Ele também revelou que inicialmente, a participação no programa seria de apenas 6 meses, mas acabou se estendendo por dois anos.

Televisão

Para o cantor, foi Raul Gil quem abriu as primeiras grandes portas de sua carreira. “Depois do programa, pude assinar meu primeiro contrato com a Warner Music. Na sequência tive algumas músicas que foram tema de novelas e filmes da TV Globo”, disse Dienis. Este trabalho demonstrou as fortes influências musicais de Dienis, que vão desde o Soul até a MPB, além de sua paixão pela música latina em geral.

“Ter meu trabalho reconhecido graças às novelas da Globo fez minha música viajar pelo mundo. Os programas do canal são vendidos para mais de 138 países. Saber que pessoas da Argentina, Panamá, México, República Dominicana, Chile, Peru e outros países da América Latina estão se identificando com sua música é uma coisa muito gratificante, isso me deixa muito feliz”, contou Dienis.

Mercado Latino

Ao ver o interesse dos países de língua hispânica, Dienis lançou sua primeira canção em castelhano em 2016. Em fevereiro desse mesmo ano, se apresentou na Gala da Rainha do Carnaval da Espanha com seu novo single, embarcando em uma extensa turnê promocional passando pelos meios mais importantes de Imprensa, Radio e TVs do país.

“O meu primeiro sonho, de conseguir uma carreira profissional, eu já conquistei. Agora, meu segundo sonho é conseguir fazer com que meu trabalho chegue o mais longe possível e que eu possa consolidar minha carreira também no mercado Latino”, afirmou o artista.

“Uso da religião está sendo deturpado nas eleições", diz médium Divaldo Franco

“Minha música é um engajamento pela liberdade”, diz gaúcho radicado na França

“Apenas distanciamento histórico vai explicar o que deu errado no Brasil”, diz cineasta Filipe Galvon

"Brasileiros querem coisas novas, mesmo que elas piorem para depois melhorar", diz Luiz Olavo Baptista

Jussara Korngold: "Brasileiros contribuiram para entrada do espiritismo nos EUA"

Documentário sobre ocupação do prédio do IBGE durante Rio 2016 é lançado na França

“Brasil virou um território da burrice”, diz escritor Bernardo Carvalho

“Há uma crença de que um regime mais militarizado colocaria ordem no Brasil”, diz historiadora da USP

Campanha da extrema direita mergulha Brasil em momento regressivo, diz especialista em segurança

"Faremos políticas públicas de alto impacto e baixo custo", diz cocandidata da Bancada Ativista de SP

Bolsonaro é produto de "avacalhação" da democracia brasileira, diz analista

Tudo o que você precisa saber para votar nas eleições brasileiras de 2018 em Paris

“Eu quis mostrar o ciclo criminoso que persiste no sertão brasileiro”, diz cineasta Eduardo Morotó em Biarritz

“Era inimaginável ver alguém defendendo a volta da ditadura, como hoje no Brasil”, diz a cineasta Flávia Castro

“Bolsonaro representa a banda podre do Brasil”, diz cartunista Adão Iturrusgarai

Bela Gil em festival Slow Food na Itália: “É importante conhecer quem produz o alimento”

Sabores do Brasil recebe “30% de brasileiros saudosos e 70% de franceses curiosos” em Paris