rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Cantora Karla da Silva divulga novo disco em turnê europeia

Por Silvano Mendes

Karla da Silva está de passagem pela Europa, divulgando o disco “Gente Que Nunca Viu Vai Ver A Pretíssima Coroação”. A cantora, que ficou conhecida no Brasil após sua passagem pela primeira edição do programa The Voice, faz shows na França e Portugal.

Depois de Quintal, disco que rendeu um DVD e com o qual Karla rodou o Brasil, inclusive como parte do projeto Natura Musical, a cantora traz agora um novo projeto, que ela apresenta como uma "celebração da música negra mundial". “Agora falo de ancestralidade, de África e da africanidade presente na minha vida e no meu trabalho”, conta Karla, de passagem pela RFI, pouco antes do show no famoso restaurante e casa de espetáculos parisiense Favela Chic, uma das escalas de sua agenda europeia.

Canções como “Negra”, um afrobeat com letra e música assinadas pela cantora, resumem bem a alma desse projeto, que vem bem mais militante que Quintal. “A arte é uma bandeira muito grande. Eu falo sobre questões de negritude, de liberdade, amor LGBT, força da mulher, feminismo”, explica. A canção “Duas Meninas”, fruto da parceria com a produtora cultural baiana Lizzie Marchi, é um bom exemplo desse engajamento, sutil, mas presente.

“Músico brasileiro é bem recebido na França”

“O brasileiro está passando por tanta opressão nesse momento. E nós artistas conseguimos expressar toda essa dor e esses conflitos na nossa música. Então é importante que a gente fale sobre essas coisas”, defende.

A cantora diz ter ficado muito inspirada com essa estadia europeia, ao ponto de já estar compondo novas canções. Mas antes de lançar um novo projeto, aproveita a boa receptividade do público. “Gostei muito de tocar na França. O músico e o artista brasileiro são bem queridos aqui”, celebra.

Ouça a entrevista completa clicando na foto acima ou assista o vídeo. 

“Romances em quadrinhos estão em momento especial”, diz ilustradora Luli Penna

“Sociedade civil é quem vai mudar o Brasil”, diz empresária Luiza Trajano em Paris

“É preciso regulação para que investigações sobre fake news não demorem anos”, diz especialista

"O problema do brasileiro é se conformar que Bolsonaro está eleito", diz Delfim Netto

Fotógrafa francesa Charlotte Dafol expõe em Paris imagens de ocupações brasileiras

“Atualmente, a França me dá mais perspectivas que o Brasil”, diz cantora Camila Costa que lança CD em Paris

"Trump colocará na conta dos democratas tudo o que não conseguir fazer", diz ex-correspondente do NYT no Brasil

"Governo brasileiro precisa facilitar exportação para pequenos empresários", afirma designer de joias

Grupo franco-brasileiro Bel Air de Forró é finalista em concurso internacional

"Brasil caminha muito mais para o isolamento do que para uma relação integrada com a comunidade internacional," diz cientista político

“A oratória de protesto do rap estava um pouco adormecida”, diz MC Rael, em turnê na Europa

Pintora brasileira radicada na França denuncia desmatamento da Amazônia em telas gigantes

Diretora de teatro de Belo Horizonte divulga festival artístico interdisciplinar em Paris

Bolsonaro representa uma continuidade do que está acontecendo hoje no Brasil, diz historiador americano

“Estamos todos ameaçados”, diz escritor João Paulo Cuenca sobre Bolsonaro

Cordel se adapta à tecnologia e tem até desafio repentista por WhatsApp, diz pesquisadora francesa

"Brasil vive época propícia para arte subversiva", diz autor de livro sobre cena musical psicodélica

Livro sobre Dandara, líder do movimento negro do Quilombo dos Palmares, é lançado na França

“Uso da religião está sendo deturpado nas eleições", diz médium Divaldo Franco