rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Em Arles, Thyago Nogueira, do IMS, divulga fotografia brasileira contemporânea

Por Patricia Moribe

Há quase meio século, o festival Rencontres d’Arles é parada obrigatória para os amantes da fotografia. De julho a setembro, a pequena cidade do sul da França, repleta de estruturas romanas, vira uma referência para fotógrafos, galeristas, curadores e turistas.

 

Thyago Nogueira, coordenador da área de fotografia contemporânea do Instituto Moreira Salles e editor da revista semestral Zum, tem sido uma presença constante nos últimos anos. Ele fala a respeito:

“Arles traz uma espécie de mapeamento do que se faz de novo na fotografia, dos projetos que vão estrear nos próximos anos nos museus. O festival é também um ponto de encontro importante para que os curadores troquem projetos e experiências, além de intercâmbios de exposições”.

O Instituto Moreira Salles é um dos alicerces em se tratando de fotografia no Brasil, tanto em preservação, quanto em fomento da produção contemporânea. No ano passado, o IMS inaugurou um centro cultural na avenida Paulista, em São Paulo, um prédio que promove exposições, cursos e encontros em torno da fotografia.

“O objetivo é que o instituto seja visto como uma casa do fotógrafo, onde ele pode ser recebido, mostrar seus trabalhos, discutir. É um lugar também onde quem gosta de fotografia pode aprender mais a respeito”, explica Thyago Nogueira.

“Recentemente o IMS fez uma parceria importante com a Casa da Fotografia Europeia, a MEP, que expôs o trabalho do fotógrafo francês Marcel Gautherot. Agora estou desenvolvendo um projeto grande, uma retrospectiva do trabalho da fotógrafa Claudia Andujar sobre os ianomâmi. Eu gostaria muito que essa exposição viajasse para outros lugares do mundo. Também estamos incentivando novos nomes da fotografia brasileira, tentando leva-los para outros países”.

Os Rencontres d’Arles acontece até 23 de setembro.

Monólogo de ator brasileiro em Avignon resgata canções desconhecidas de Pasolini, entre erotismo e engajamento

Ricupero: Bolsonaro nomear filho embaixador nos EUA “é chocante e sem precedentes”

Rodrigo Ferreira: dos templos evangélicos no Brasil à cena lírica internacional

“O combate à corrupção no Brasil é uma mentira”, diz sociólogo Jessé Souza

Christiane Jatahy em Avignon: “Há no Brasil um pensamento ditatorial para calar a diferença”

“ONU está em alerta para acolher defensores de direitos humanos do Brasil”, diz deputada Renata Souza

“Lutamos tanto para conquistar um pouco de direitos humanos e a gente vai retirar isso?” questiona Marcelo D2 em entrevista em Paris

Acordo UE e Mercosul não é motivo para ufanismo em queda de preços, diz ex-embaixador Graça Lima

Tecnologias do semiárido brasileiro podem ajudar a alimentar imigrantes venezuelanos na Colômbia

"Governo de divisão social, oposto dos anteriores", diz autor de livro sobre Bolsonaro

Advogada do Consulado em Los Angeles analisa situação de brasileiros sem documentos nos EUA

"O ator precisa ter cartas na manga", diz Letícia Spiller sobre carreira de cantora

Brasil não é um dos países que mais usa agrotóxicos, isso é “balela”, diz ministra Tereza Cristina

“Bolsonarismo é uma articulação de radicalismo liberal com autoritarismo social”, diz professor da UERJ

Intolerância a valores progressistas pode impactar na publicidade, diz pesquisadora

Entre identidade e melodia, sambas-enredo "recuperam identidade brasileira", diz intérprete Ana Guanabara

"Camocim", documentário de Quentin Delaroche, recupera juventude idealista do interior de Pernambuco, no caos do esvaziamento ideológico do Brasil