rfi

Ouvindo
  • RFI Brasil
  • Último jornal
  • RFI em francês
RFI CONVIDA
rss itunes

Novo livro de Jean-Paul Delfino traz personagem imortal que viveu no Brasil

Por Silvano Mendes

O escritor francês Jean-Paul Delfino, conhecido por uma vasta produção literária que tem a história brasileira como pano de fundo, acaba de lançar Les voyages de sable. Se desta vez seu país de adoção não está no centro da trama, o personagem principal viveu uma de suas vidas no Brasil.

Les voyages de sable (As viagens de areia), publicado pela editora francesa Le Passage, conta a história de monsieur Jaume, um professor de filosofia que revela, em um bistrô parisiense, que é imortal e tem 316 anos de idade. Diante da incredulidade do dono do estabelecimento, o personagem principal começa a contar sua saga e suas vidas passadas, seja como aventureiro no continente africano, plantador de café na Guiana Francesa, espectador da Revolução Francesa, em 1848, ou pintor no Brasil.

Mesmo se a “vida brasileira” de monsieur Jaume é apenas uma das diferentes etapas do percurso do personagem, o Brasil não poderia faltar no livro. Afinal, o autor, que já publicou dezenas de títulos, muitos deles premiados, é apaixonado pela cultura brasileira. “Eu escrevi, aos 20 anos, o primeiro livro sobre a bossa nova, só para mostrar para meus amigos e minha família que o Brasil não é apenas uma mistura de samba, guerra de gangues e futebol”, conta Delfino.

Isso foi em 1988. Desde então, vários títulos foram publicados, entre eles Bossa Nova, La grande aventure du Brésil, lançado em 2017, e que também teve versão brasileira pela editora Pontes. O livro sobre o movimento musical brasileiro resgatou entrevistas exclusivas e inéditas feitas por Delfino com artistas como Nara Leão, Ronaldo Bôscoli e Baden Powell.

O escritor também assina uma série de romances intitulada “Suite brésilienne”, que já tem nove títulos, nos quais ele revisita a história brasileira, e um décimo está em andamento. “Eu falei muito dos africanos e dos europeus, mas não falei muito dos índios”, que devem estar no centro do novo projeto, adianta Delfino. 

Assista a entrevista completa no vídeo abaixo.

“Romances em quadrinhos estão em momento especial”, diz ilustradora Luli Penna

“Sociedade civil é quem vai mudar o Brasil”, diz empresária Luiza Trajano em Paris

“É preciso regulação para que investigações sobre fake news não demorem anos”, diz especialista

"O problema do brasileiro é se conformar que Bolsonaro está eleito", diz Delfim Netto

Fotógrafa francesa Charlotte Dafol expõe em Paris imagens de ocupações brasileiras

“Atualmente, a França me dá mais perspectivas que o Brasil”, diz cantora Camila Costa que lança CD em Paris

"Trump colocará na conta dos democratas tudo o que não conseguir fazer", diz ex-correspondente do NYT no Brasil

"Governo brasileiro precisa facilitar exportação para pequenos empresários", afirma designer de joias

Grupo franco-brasileiro Bel Air de Forró é finalista em concurso internacional

"Brasil caminha muito mais para o isolamento do que para uma relação integrada com a comunidade internacional," diz cientista político

“A oratória de protesto do rap estava um pouco adormecida”, diz MC Rael, em turnê na Europa

Pintora brasileira radicada na França denuncia desmatamento da Amazônia em telas gigantes

Diretora de teatro de Belo Horizonte divulga festival artístico interdisciplinar em Paris

Bolsonaro representa uma continuidade do que está acontecendo hoje no Brasil, diz historiador americano

“Estamos todos ameaçados”, diz escritor João Paulo Cuenca sobre Bolsonaro

Cordel se adapta à tecnologia e tem até desafio repentista por WhatsApp, diz pesquisadora francesa

"Brasil vive época propícia para arte subversiva", diz autor de livro sobre cena musical psicodélica

Livro sobre Dandara, líder do movimento negro do Quilombo dos Palmares, é lançado na França

“Uso da religião está sendo deturpado nas eleições", diz médium Divaldo Franco